5 orientações para visitar um paciente com Doença de Alzheimer

em Brasil/News & Trends por

A Doença de Alzheimer é um dos tipos mais comuns de demência e acomete, predominantemente, pacientes com mais de 65 anos de idade. Além dos esquecimentos, alguns podem ter alterações de humor, ficar mais agressivos, melancólicos, apresentar problemas com a linguagem e julgamento. Por conta de tudo isso, quem visita um paciente com essa doença nem sempre sabe como deve agir, como se comportar e que tipos de atitudes evitar. 

O neurologista Gustavo Franklin traz algumas orientações muito válidas nesse sentido, para que a visita seja uma experiência positiva e tranquila para o paciente.

Apresente-se logo na chegada

Dependendo do estágio do Alzheimer, é possível que o paciente não reconheça mais nem mesmo familiares e amigos próximos, por isso, apresentar-se é importante. “Assim que você chegar, diga o seu nome e o seu grau de parentesco com o paciente. Não fique tentando incentivá-lo a adivinhar quem você é, porque ele pode ter dificuldades com isso e se sentir frustrado ou mesmo ficar agressivo”. É importante evitar esse tipo de estresse, portanto, isso também vale para outros tipos de lembranças: não cobre que o paciente se lembre de algo.

Mantenha a tranquilidade

É normal que quem está visitando, especialmente se for a primeira vez, fique impressionado com a condição do paciente, ainda mais se a doença estiver avançada. “Não deixe que a sua preocupação transpareça: mantenha a serenidade e a tranquilidade ao falar e também na sua linguagem corporal”. Mantenha o seu tom de voz e comportamento normal.

Fale com naturalidade

Esse tipo de demência pode comprometer a compreensão do paciente, porém, a recomendação é que as pessoas conversem normalmente. “Se ele não entender o que você falou, repita de forma mais devagar ou tente dizer a mesma coisa de outra maneira, mas sem adotar um tom infantilizado”. Durante o diálogo, é recomendável fazer contato visual e chamar a pessoa pelo nome, mas sempre evitando se aproximar demais, para não invadir o seu espaço pessoal.

Leve notícias!

Na sua visita, você pode levar um jornal ou uma revista para compartilhar com o paciente algum artigo que tenha achado interessante, isso pode ajudar a exercitar as suas capacidades cognitivas. “Se for dividir alguma notícia com o paciente, sempre escolha aquelas que tenham um teor positivo, que possam deixá-lo mais animado!”. Outra dica é levar algo para comer, como um bolo ou biscoito que a pessoa goste, mas nesse caso, lembre-se de perguntar para os familiares se ele está com alguma restrição alimentar.

Prepare-se para interromper a visita

É possível que o paciente fique irritado ou tenha algum tipo de reação nervosa. Nesse caso, o melhor é interromper a visita para que ele possa se tranquilizar e voltar em um outro momento. 

O mais importante é não abandonar o paciente, ou seja, continuar visitando-o, sempre com muita tranquilidade. Mesmo que ele não o reconheça mais, vai conseguir sentir o seu afeto e isso é extremamente importante. 

loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*