Angina do peito pode ser sintoma de infarto do miocárdio

em Saúde & Bem-estar por

Dor que acomete o centro do peito, que piora aos esforços físicos e melhora em momentos de repouso, pode indicar a obstrução parcial de um vaso sanguíneo por gordura, um dos primeiros sinais do infarto. Ao sentir estes sintomas, o paciente deve procurar um médico imediatamente.

Você sabia que sentir uma dor forte ou aperto no peito pode ser indício de uma angina? O quadro, que geralmente ocorre após um episódio de estresse ou esforço físico é estabelecido quando a dor diminui ao repousar. Conforme Eduardo Backes, médico cardiologista da Unimed Costa Oeste, caso ocorra um episódio semelhante ao descrito, é importante procurar imediatamente um médico e descrever os sintomas. “A angina do peito pode modificar suas características, apresentar piora dos sintomas e, caso obstrua a artéria completamente e interrompa o fluxo de sangue no coração, pode ocorrer um infarto agudo do miocárdio”, alerta.

Essa interrupção do fluxo sanguíneo ocorre quando um ou mais vasos que nutrem o músculo cardíaco, conhecidos como artérias coronárias, são obstruídas devido o depósito de gordura. Essa obstrução impede que o músculo cardíaco receba o fluxo sanguíneo necessário para desempenhar o seu trabalho de bombear o sangue para o corpo.

Exercícios físicos
Durante a atividade física, por exemplo, o coração necessita aumentar a frequência e a força dos batimentos, para suprir os tecidos do corpo com sangue, por isso o coração pede mais fluxo sanguíneo. ”Caso exista a obstrução parcial de uma artéria coronária, ela não receberá todo o aporte de sangue necessário e terá como resultado o aparecimento da dor”, explica Backes.
Conforme a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), a angina do peito acomete uma em cada 50 pessoas, porém ela não é classificada como uma doença, mas um sintoma passageiro e que não deixa sequelas. Apesar disso, o cardiologista ressalta que, se a pessoa sentir qualquer desconforto no peito, principalmente desencadeado por esforço físico e melhorar com o repouso, um médico deve ser procurado. Desta forma, o paciente passará por uma avaliação cardiológica, pois a angina, em muitos casos, precede o infarto agudo do miocárdio.

O que fazer?
Após o paciente perceber os sintomas de angina do peito, o ideal é procurar um médico o quanto antes, pois apenas a descrição dos sintomas já é suficiente para estabelecer o diagnóstico. No entanto, de acordo com Backes, para confirmar o diagnóstico e estratificar o risco do paciente, serão requisitados exames complementares como o eletrocardiograma – realizado enquanto o paciente faz esforço físico –, teste ergométrico e até mesmo o cateterismo cardíaco, que examina os vasos sanguíneos.
Caso haja gordura obstruindo alguma artéria, o médico irá guiar o melhor tratamento para o paciente, que inclui mudanças de hábitos de vida, como alimentação balanceada e atividades físicas, medicamentos, angioplastia coronariana – quando o médico insere uma prótese endovascular, o Stent, usada para manter a artéria aberta – e em alguns casos, a cirurgia.

loading...

Comentários no Facebook