Banksy – Famoso por ser anônimo

em Coluna por

Diorama

Banksy – Famoso por ser anônimo

Will Ellsworth-Jones, ex editor de revistas como The Telegraph e The Independent  topou o desafio de escrever uma biografia não autorizada de ninguém menos que Banksy, o famoso artista de rua, que além de pintor, é ativista político e diretor de cinema inglês. O livro chama-se “Banksy Por trás das paredes.”

banksylivro

Tenho certeza de que muitos de vocês, frequentadores desta coluna, em algum momento já se depararam com alguns dos trabalhos de Banksy, seja em uma viagem a Londres (para quem já teve oportunidade de ir), New York ou em notícias espalhadas pela mídia, redes sociais, etc. Banksy é um artista singular, que mistura em seus pincéis e grafites não apenas doses de críticas ao cotidiano político e social, mas também um humor criativo, satírico e bastante ácido sobre a sociedade que o cerca. Tive a oportunidade de ver de perto algumas de suas obras e posso dizer que foi muito legal olhar para algo que eu só via por trás da tela do computador ou em notícias de TV. Saber que ele esteve ali e poder conferir de perto, foi algo muito bacana. Uma sensação diferente, principalmente por que sou um grande fã deste artista.

Segundo Jones, não foi nada fácil reunir as obras e a história de Banksy para seu livro. O artista, que como disse no título desta coluna, é famoso por ser anônimo, não deu entrevistas e nem falou através de sua assessoria de imprensa. Isso porque, como todos sabem, ele busca preservar sua identidade a todo custo. E mesmo tento uma legião de fãs, alguns que o conhecem inclusive, todos o ajudam a manter o seu segredo e o mito que se tornou Banksy. Suas obras, que eram vistas como puro vandalismo, agora  são vendidas a preços exorbitantes em galerias do mundo todo.

Follow

Uma de suas obras mais polêmicas, que eu nunca esqueço, sem dúvida é a estátua do Ronald McDonald, fazendo pose com cara de mal-humorado, enquanto um rapaz engraxava seu sapato. Tudo isso bem em frente a uma das lanchonetes do Mc Donald’s, no Greenwich Village, em New York. Para completar, ao lado era possível ver um caminhão cheio de bichinhos de pelúcia chorando, como se pedissem por socorro por estarem indo para o abate.

Se você achou isso ousado, que bom! Pois isso é Banksy.

Às vezes crio teorias da conspiração na minha cabeça, do tipo: “Por que será que ele nunca aparece? Será que Banksy existe mesmo? E se ele for mais de uma pesssoa? E se for uma corporação com algum interesse por trás disso tudo?” Bom, acho que nunca saberemos, mas ainda prefiro achar que eu sou paranóico e que Banksy é um dos maiores artistas da nossa época atual.

Ronald

E para quem não conhece ou quer conhecer um pouco mais sobre o trabalho de Banksy, estou deixando abaixo o link do site para vocês curtirem: 😉

http://banksy.co.uk/

__________________________________________________________________________________________________
Álvaro Carvalho, publicitário, estudante de teatro e apaixonado por música. Adora viajar, conhecer museus, lugares novos, comidas exóticas e todo tipo de entretenimento ligado a cultura e arte.

loading...

Comentários no Facebook