-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-

Brasileiro inova ao produzir um longa que mescla as tecnologias VR e 3D

em News & Trends/Tecnologia e Ciência por

O cineasta brasileiro Daniel Bydlowski inova ao produzir um longa com ambas tecnologias, o filme tem previsão de estreia para este ano

Daniel Bydlowski, brasileiro, está nos EUA há quase 10 anos. É doutorando na University of California e também possui Master in fine Arts pela University of Southern of California. Especialista na produção de filmes voltados para a área social e da medicina – a exemplo dos longas Bullies, More Than Fillings, Interacting With Autism e Immigrant Health Initiative – Daniel agora inova ao lançar o primeiro longa que utiliza duas tecnologias de ponta para a sétima arte: a Realidade Virtual e o 3D.

Daniel lança, ainda neste ano, o projeto NanoEden: um longa que relata sobre o futuro tecnológico da humanidade, com ‘download’ das mentes das pessoas para uma sobrevida no mundo virtual. Utilizando somente uma ou duas câmeras para capturar cada trecho dos 360 graus separadamente, e assim tendo mais controle da filmagem, com o “stitching” de uma câmera para outra feitos em animação e efeitos especiais.O cineasta ainda comenta que, desta forma, poderá gravar partes do mundo virtual e transforma-lo em um filme tradicional de tela de cinema 2D ou ainda 3D de maneira eficaz.

Segue o teaser do filme, com o atores: https://vimeo.com/193258103

Participam do elenco atores de peso como Scott Allen Rinker (da série StarTrek Enterprise) e Jerome Chavert (que atuou em projetos de Gerárd Depardieu e Jean Reno), além da direção de fotografia e efeitos especiais do talentoso Shant Jordan, responsável pelos efeitos visuais do filme O Dia Depois de Amanhã.

loading...

O The São Paulo Times® traz matérias e notícias, além de identificar tendências por meio de uma equipe de jornalistas e colunistas especializados em diversos assuntos.

Comentários no Facebook

Últimos de News & Trends

No bar

Fazia tempo que não ia naquele bar. Aproveitou a sexta-feira sem a

A Terra do Se

Fica lá, logo depois de Patos de Minas, e agora estou na

O arroto

Ah, o filho tinha deixado ele assustado, ô se tinha. Não dava

No escuro

Estou numa casa no meio do mato e não há luz. Andaram
Voltar p/ Capa