-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-

Category archive

Política

Delito moral: a raiz da corrupção empresarial no “jeitinho brasileiro”

em Brasil/News & Trends/Política por
Foto: Reprodução

Nas redes sociais, na mídia, e todos os meios onde há voz, estão povoados de questionamentos, argumentações e até conflitos ligados ao que nós englobamos a esfera da corrupção. Haja visto os recentes escândalos envolvendo alimentos e operações da polícia federal.

Continue lendo

Insatisfação com serviços públicos exige de governos mais transparência e menos corrupção

em Brasil/News & Trends/ONU/Política por
Foto: Reprodução

Em relatório sobre como políticas e legislações podem coibir o desrespeito à lei e promover crescimento inclusivo, o Banco Mundial lembra das manifestações de 2013 no Brasil, quando protestos exigiram serviços públicos de qualidade ‘padrão FIFA’. Em situações de insatisfação, organismo financeiro recomenda usar recursos públicos de forma transparente e redobrar esforços contra corrupção.

 

Continue lendo

O raio-X das mídias sociais e seus extremismos

em News & Trends/Política/Tecnologia e Ciência por
Foto: Reprodução

*Por Dr. Bayard Galvão

Mídia social nada mais é do que um lugar onde pessoas aparecem, se encontram e falam sobre o que pensam, gostam e desgostam. Há 2500 anos na Grécia, berço da sabedoria ocidental encontrada em Platão e tantos outros, os encontros se davam ao ar livre, em meio à natureza. Hoje, vem em parques sociais virtuais.

A necessidade das pessoas de se comunicarem e falarem o que pensam começa com o nascimento do humano. O contexto mudou muito, o conteúdo pouco. Algum sábio poderia me rechaçar e dizer que esses encontros deles eram aulas sobre o viver, pensar e sentir, e “por acaso” eu responderia: seria diferente no Facebook ou Instagram?

Continue lendo

Mudanças na legislação brasileira podem descumprir compromissos internacionais do Brasil

em Brasil/News & Trends/Política por
Foto: Wikimedia

Em entrevista ao Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio), o representante do Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) na América do Sul, Amerigo Incalcaterra, alertou que mudanças recentes na legislação brasileira não estão levando em conta tratados internacionais ratificados pelo país. Para o representante da ONU, reformas podem levar a retrocessos de direitos.

Continue lendo

|The Economist| O escândalo de corrupção da Odebrecht e a tentativa de aproximação entre Temer e Macri

em Brasil/Mundo/News & Trends/Política por
Foto: Reprodução

The Economist é uma publicação inglesa de notícias e assuntos internacionais de propriedade da The Economist Newspaper Ltd. e editada em sua sede na cidade de Londres, no Reino Unido. Está em publicação contínua desde a sua fundação por James Wilson, em setembro de 1843. Por razões históricas a The Economist refere-se a si mesma como um jornal, mas cada edição é impressa em formato de revista de notícias. Em 2006, a circulação média semanal da revista foi de cerca de 1,5 milhões de exemplares, cerca de metade dos quais foram vendidos nos Estados Unidos.

Na edição desta semana, a The Economist traz uma matéria sobre a vontade dos presidentes das duas maiores economias da América do Sul, Temer e Macri, de trabalhar em conjunto. De acordo com a revista essa não será uma tarefa fácil. O presidente Argentino pretende vir ao Brasil no próximo dia 07 de fevereiro a fim de incentivar o comércio e melhora uma relação que está mais fria do que deveria estar. Para a The Economist há motivos para esperança, mas também para ceticismo. Durante a maior parte do século XX, o Brasil e a Argentina foram mais rivais do que parceiros. Mas ambos têm fortes razões para defender uma abertura. Os dois herdaram economias problemáticas. Para sair da depressão, os dois presidentes estão desfazendo erros dos antecessores de esquerda.

Continue lendo

Marisa e o drama feminino, por Amadeu Roberto Garrido

em Brasil/News & Trends/Política por
Foto: Reprodução

Os conservadores individualistas vêm o ser humano como uma ilha isolada de qualquer promontório. Em geral abastados, creem que se bastam. Um dia a solidão cobrará o preço dos sibaritas. Assim foram vistas, durante os milênios da história, as mulheres. Não votavam, não se educavam. Uma raça subserviente. Napoleão, depois de uma refrega, comunicava-se com sua mulher para não se lavar, pois adorava mulheres sujas.  Se transportamos uma carga genética desde as cavernas, as mulheres contemporâneas precisam lutar para não se acomodar à condição de escravas solícitas e alienadas. A maioria de hoje luta e busca seu lugar ao sol. Drasticamente, isso tem menos de 50 anos.

A mulher que nasce pobre, pouco se educa e se acultura, e é bela, termina num casamento das cavernas. O homem, quase sempre, sem necessidade de letras, se impõe como o dono dos negócios que permitem a sobrevivência da família. A mulher o respeita profundamente, seja por necessidade de sobrevivência, seja por temor reverencial, seja por amor, ou por todas essas causas conjugadas.

Continue lendo

Bolsa Família favorece autonomia das mulheres, diz estudo de centro da ONU

em Brasil/Negócios/News & Trends/ONU/Política por
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O programa Bolsa Família é positivo para a autonomia das mulheres beneficiárias, bem como para seu poder de decisão no lar, seu senso de cidadania e suas escolhas reprodutivas. Por outro lado, elas tendem a trabalhar menos horas no mercado de trabalho e realizar mais atividades domésticas, o que acaba reforçando os estereótipos de gênero.

Continue lendo

Por um país 50-50

em News & Trends/ONU/Política por
Screen Shot 2017-01-17 at 10.46.58 AM

Em artigo publicado na imprensa nacional, especialistas abordam a sub-representação das mulheres na política. Enquanto elas respondem por 52% do eleitorado no Brasil, têm ocupado apenas 10% dos cargos políticos eletivos.

Continue lendo

Acordos que Trump não deveria cancelar

em Mundo/News & Trends/Política por
Trump

O grande Didi, criador da indefensável Folha Seca e armador da Seleção Brasileira de Futebol no bicampeonato mundial de 1958 e 1962, cunhou frase de rara sabedoria: “Treino é treino, jogo é jogo”. É muito provável que o vencedor da disputa presidencial dos Estados Unidos, Donald Trump, não saiba quem foi o antológico atleta e talvez até desconheça os feitos do time canarinho, pois seu universo esportivo não deve ir muito além do Madison Square Garden, casa do New York Nicks, e do MetLife Stadium, em New Jersey, arena do New York Jets e do New York Giants. Porém, é de se esperar que o magnata norte-americano tenha o mesmo senso lógico de nosso jogador, entendendo com clareza que “eleição é eleição, governo é governo”.

É muito importante para o mundo que Trump relegue ao plano meramente retórico das campanhas eleitorais propostas como a expulsão compulsória de imigrantes, construção de muro para conter seu ingresso, endurecimento da política contra estrangeiros e descumprimento dos acordos multilaterais de meio ambiente. Neste mês de janeiro, ao iniciar sua trajetória na Casa Branca, é fundamental que o candidato seja substituído pelo estadista. Para nós, brasileiros, o discurso xenofóbico choca-se frontalmente contra o pluralismo, espírito tolerante e diversidade étnico-cultural de nosso povo. Ao mesmo tempo, um eventual rompimento com tratados multilaterais voltados a conter o aquecimento global acarretaria graves consequências de caráter ecológico e econômico para o País, sem falar dos ônus para toda a Terra.

Continue lendo

Fidel Castro, por Amadeu Roberto Garrido de Paula

em Mundo/News & Trends/Política por
Foto: Reprodução

Para alguns, arquétipo do herói, como Alexandre da Macedônia. Para outros, do tirano implacável, como Sadam Hussein.

O fato é que ninguém exerce poder político por 49 anos sem ser uma figura arquetípica. Advogado, no início protagonizou episódios ante os quais a esquerda mundial se encantou e encheu-se de esperanças. Encarado como o promotor do socialismo mundial, preconizado por Marx – “proletários do mundo inteiro, uni-vos”. Os adversários recolheram-se em Miami.

Em verdade, arquétipo do homem carismático e paradoxal. Sob a corrupta ditadura de Baptista, a ilha vista dos Estados Unidos tornou-se um cassino. Sem lideranças e instituições fortes, caiu como um castelo de cartas. Os guerrilheiros de Sierra Maestra, sem embargo dos combates e de sacrificados na luta pela democracia, foram os únicos que, em todo o mundo, conquistaram seus objetivos. Uma sociedade e um governo, voltados a um hedonismo barato e irresponsável, caíram nas mãos do Robin Hood do Caribe da década de 1950.

Continue lendo

Quer cuidar do dinheiro da sua cidade? Aprenda gratuitamente a como monitorar as despesas de São Paulo

em News & Trends/Política/São Paulo por
Foto: Reprodução

Mapa mostra as despesas públicas da cidade de São Paulo, sendo possível acompanhar o progresso de gastos, em tempo real

A lei brasileira obriga que todos os gastos públicos sejam disponibilizados de forma detalhada e em tempo real na internet. Mesmo assim, os portais de transparência ainda necessitam da legibilidade e maior acessibilidade dos dados abertos, merecendo atenção especial dos cidadãos. É por esta necessidade que o Observatório Social do Brasil – São Paulo (OSB-SP) acaba de firmar convênio com o grupo de pesquisa Colaboratório de Desenvolvimento e Participação (Colab), da Universidade de São Paulo (USP).

Continue lendo

1 2 3 11
Voltar p/ Capa