-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-

Category archive

The São Paulo Times

Sucesso de público, exposição “MÃE PRETA” abre temporada em São Paulo

em Brasil/Cultura e Entretenimento/News & Trends/São Paulo/The São Paulo Times por

Idealizada pelas artistas visuais Isabel Löfgren e Patricia Gouvêa, a mostra reúne vídeos, fotografias, instalações e contará com performance de Glauce Pimenta Rosa e Jessica Castro na abertura, oficina com Jarid Arraes e lançamento de catálogo com textos de Lilia Moritz Schwarcz, Martina Ahlert, Qiana Mestrich, Temi Odumosu, Alex Castro e Júlio César Medeiros da Silva Pereira
As conhecidas imagens das amas-de-leite negras, registradas desde meados do século 19 ao início do século 20, são o ponto de partida da pesquisa das artistas Isabel Löfgren e Patricia Gouvêa para a realização da exposição“Mãe Preta”, que recebeu o Prêmio Funarte Conexão Circulação Artes Visuais de 2016. Após grande sucesso de público e crítica no Rio de Janeiro, em 2016, quando foi exibida na Galeria Pretos Novos de Arte Contemporânea (dentro do Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos, na capital fluminense), com cerca de 2 mil visitantes, e também em Belo Horizonte,em 2017, no Palácio das Artes, a exposição chega a São Paulo, na Galeria Mario Schenberg, da Funarte. A abertura ocorre em 4 de outubro e seguirá em cartaz até 25 de novembro, reunindo fotografias, vídeos, instalações, performance e literatura.

 
O projeto surgiu de uma pesquisa artística de Isabel e Patricia, iniciada em 2015, que busca, visto que é um trabalho em constante progressão, traçar os elos e as ressonâncias entre a condição social da maternidade durante a escravidão por meio de releituras de imagens e arquivos do período, o desaparecimento da história escravocrata na malha urbana das cidades brasileiras e as vozes de mulheres e mães negras na contemporaneidade. O intuito da mostra é discutir a questão da memória da escravidão e o legado da mulher negra na formação da sociedade brasileira dentro da história visual do país.

 
“A exposição objetiva contrapor a representação romantizada das “mães pretas” e da maternidade em arquivos históricos do período escravocrata ao protagonismo real e crescente exercido pelas mães negras de hoje. Iniciamos este projeto dentro de um contexto histórico com as escavações arqueológicas e a memorialização da escravidão da região portuária do Rio de Janeiro nos últimos anos. À medida que foram se revelando diversos achados, começamos a buscar elementos que se articulassem com o papel da mulher negra – focando na sua função dupla como mãe de seus próprios filhos e como amas-de-leite de crianças brancas – na formação social da cidade. Essas vidas, marcadas pelo terror da separação e mesmo morte de seus filhos em prol da criação dos filhos de outrem, deixaram marcas indeléveis como uma das grandes injustiças da história do Brasil e de toda a sociedade escravocrata. Com a exposição propomos como reflexão as lacunas históricas em relação ao papel fundamental da maternidade tal como exercido pela mulher negra na nossa história urbana, social e visual, buscando pontos de inflexão com as lutas na sociedade contemporânea”, afirma Isabel.

 
Inédita em São Paulo, a exposição – que ainda seguirá para São Luís, no Maranhão, em dezembro – inclui o lançamento de um catálogo com contribuições de nomes nacionais e internacionais, como a antropóloga e curadora-adjunta para histórias e narrativas no Masp, Lilia Moritz Schwarcz (USP); a antropóloga e pesquisadora Martina Ahlert (UFMA); o escritor Alex Castro; o historiador e diretor do Núcleo de Estudos e Pesquisa do Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos, Júlio César Medeiros da Silva Pereira (UFF); a historiadora da arte, educadora criativa e curadora britânico-nigeriana Temi Odumosu (Universidade. de Malmö – Suécia); e a fotógrafa, escritora e professora do ICP-Bard (EUA), a norte-americana Qiana Mestrich.

 

 

Um dos pontos altos da exposição é a vídeo-instalação “Modos de Fala e Escuta” (com 27 minutos de duração), que reúne o depoimento de sete mães negras sobre maternidade, racismo, memória, ancestralidade, violência e lutas cotidianas. Nesse sentido, outro destaque da mostra é a obra “Mural das Heroínas”, com 20 retratos de líderes negras, desde Luísa Mahin, Tereza de Benguela e Nzinga de Angola às feministas Lélia Gonzalez e Beatriz do Nascimento, além de figuras políticas como Laudelina de Campos e Marielle Franco, entre outras, que simbolizam as conquistas sociais, a luta, a resistência, a voz e o lugar histórico da mulher negra no Brasil.

 
A exposição também conta, ainda, com a minibiblioteca Mãe Preta, que conta com publicações de autoras negras contemporânea se uma seção voltada para a literatura infanto-juvenil com títulos sobre protagonismo negro para consulta do público.

 
Dividida em oito séries, “Mãe Preta” apresenta instalações, colagens e intervenções em gravuras e fotografias, que, reunidas, propõem uma reinvenção poética da iconografia relacionada às mães pretas dentro de uma linguagem contemporânea tendo como ponto de partida imagens fotográficas do acervo do Instituto Moreira Salles, do Rio de Janeiro, e releituras de livros com gravuras de Jean-Baptiste Debret, Johan Moritz Rugendas e outros artistas. Isabel e Patricia criaram intervenções nessas imagens com objetos óticos, como lupas e lentes, que destacam a complexidade das relações das amas-de-leite com as crianças brancas de seus senhores e das mulheres escravizadas e seus próprios filhos dentro de contextos domésticos, urbanos e rurais.
“De tão conhecidas, estas imagens são vistas de forma superficial e contribuem para um olhar normalizado sobre a vida dessas mulheres que desempenharam um papel fundamental na formação da sociedade brasileira, mas que não revelam as histórias de violência sofridas por elas. Os trabalhos propõem uma nova forma de olhar essas imagens, de modo que a figura materna apareça no primeiro plano e não apenas como um detalhe da vida cotidiana e familiar nos tempos da escravidão”, explica Patricia.

 
Nesse sentido, marcas naturais do tempo em reproduções de negativos de Marc Ferrez e outros fotógrafos do século 19 são aproveitadas para simbolizar cicatrizes expostas em composições fotográficas em substituição a cópias perfeitas. A dupla também levantou, em jornais de época, anúncios sobre o aluguel de amas-de-leite, assim como artigos em publicações abolicionistas denunciando escândalos e abusos diretamente relacionados à questão das amas-de-leite no século 19, sobre os quais também intervêm com diversos objetos.

 
Para esta edição, as artistas fizeram uma imersão nos contextos específicos de São Paulo e São Luís, para onde a exposição viajará após a etapa paulistana. Na capital paulista, as artistas seguiram o debate sobre o apagamento da história negra da cidade e, no Maranhão, realizaram entrevistas com lideranças femininas dos Quilombos Santa Rosa dos Pretos e Santa Joana, que resultaram em obras inéditas que serão apreciadas pelo público.

 

 

A abertura da exposição em São Paulo, em 4 de outubro, contará com uma performance da carioca Jessica Castro (professora de Dança Educação, pesquisadora do Jongo, intérprete do movimento da dança afro-brasileira, artista de rua e militante do movimento negro) e da maranhense radicada no Rio de Janeiro, Glauce Pimenta Rosa (cantora, artista, gestora criativa de projetos culturais de arte e educação e ativista negra feminista), que também são protagonistas da vídeo instalação. Em 6 de outubro, às 11h, haverá visita guiada e bate-papo com Isabel e Patricia.

 
O catálogo da exposição será lançado em 10 de novembro, na Galeria Funarte, em São Paulo. Na ocasião, haverá uma oficina gratuita com a escritora, poetisa e cordelista Jarid Arraes, cearense radicada em São Paulo e autora dacoletânea “Heroínas Negras Brasileiras em 15 Cordéis”, lançado pela Pólen Livros em 2017.

“Este projeto foi contemplado pelo Prêmio Funarte Conexão Circulação Artes Visuais – Galerias Funarte de Artes Visuais São Paulo / Maranhão / Chão SLZ”

The São Paulo Times® Film Festival 2017 anuncia vencedores

em Brasil/News & Trends/The São Paulo Times por

O segundo ano do festival recebeu centenas de filmes internacionais em mais de 13 categorias

Continue lendo

The São Paulo Times® Film Festival 2017 abre inscrições para filmes que abordam o veganismo

em Cultura e Entretenimento/News & Trends/The São Paulo Times por

A edição deste ano contará com uma nova categoria: “Best Vegan Film”.

Continue lendo

Empreendimentos imobiliários em Miami se adequam ao gosto dos brasileiros

em Mundo/News & Trends/The São Paulo Times por

No ano passado, estrangeiros gastaram US$ 6,1 bilhões no mercado imobiliário de Miami, segundo a Associação dos Corretores de Imóveis de Miami. Os brasileiros estão em segundo lugar na lista de maiores compradores, atrás apenas dos canadenses.  Percebendo esse cenário, empresas dos Estados Unidos começam a modificar seus projetos para incluir características desejadas por investidores daqui e assim tentar conquistar esse público.

Mas, afinal, o que os brasileiros que podem comprar imóveis em Miami procuram? “É um público que traz suas próprias exigências. Varanda, entrada privativa e área interna maior estão entre os fatores que agradam. Projetos que incluem dependências para funcionários também são bastante procurados”, explica Craig Studnicky, CEO da ISG, principal empresa de comercialização de empreendimentos de luxo na Flórida. Para ele, há ainda outro fator que seduz esses investidores. “Os brasileiros adoram empreendimentos entregues prontos para morar. É o que eles procuram quando começam a conhecer os projetos”.

Continue lendo

Mais de 100 mil paulistas fizeram intercâmbio em 2015

em News & Trends/The São Paulo Times por

De acordo com os dados da Pesquisa Selo Belta 2016, encomendada pela Belta (Associação das Agências de Intercâmbio) em 2015 o mercado de intercâmbio enviou 220 mil brasileiros para estudar no exterior. Desse número quase metade saiu de São Paulo (sendo 29,6% da capital).

Segundo a Belta, até dezembro de 2016 havia 127 Agências Selo Belta em São Paulo, o que corresponde a 30% do total de Agências Selo Belta no Brasil e explica o percentual elevado. Atualmente, as agências especializadas Selo Belta representam 75% do mercado nacional de educação internacional.

Na segunda e terceira colocação estão Rio de Janeiro, com 26 agências de intercâmbio Selo Belta, e Minas Gerais, com 24 empresas. Aproximadamente 16,3% dos brasileiros que realizam intercâmbio em 2016 eram do Rio, e 10,3% de Minas.

Continue lendo

Festival El Ojo de Iberoamérica se consagra como uma celebração à criatividade

em Mundo/News & Trends/The São Paulo Times por

O Festival Internacional El Ojo de Iberoamérica festejou em sua 19ª edição, realizada na semana passada na capital da Argentina, tudo o que há de mais representativo da criatividade publicitária e do pensamento de mercado nas Américas e Península Ibérica. Como tem sido marcante no evento já há alguns anos, mais uma vez os nomes de maior destaque da indústria publicitária regional e internacional transformaram o El Ojo em um local de inspiração e capacitação para mais de 5 mil profissionais e líderes do setor que assistiram às conferências, workshops e premiações.

O El Ojo se consolida, então, como um dos festivais mais criativos e inovadores do mundo, transformando o Hotel Hilton de Buenos Aires em um importante espaço de encontro e debates. No total 16 Presidentes de Júri e mais de 300 jurados consagraram, em três noites de premiação, as melhores ideias da Iberoamérica. E o Brasil, mais uma vez, foi o país mais premiado no evento, encerrando a sua participação com 159 prêmios acumulados, sendo três Gran Ojos, 39 troféus de Ouro, 54 de Prata e 63 de Bronze.

Continue lendo

Xixi no lugar certo: Como treinar um cachorro filhote

em Educação e Comportamento/News & Trends/The São Paulo Times por

Saiba como treinar um cachorro filhote e não ter problemas futuros.

Quando se tem um filhote em casa, é muito comum esbarrar com aquela poça de xixi nos lugares mais inapropriados. Mas com a correria do dia a dia, como ter tempo para ensinar a fazer xixi no lugar certo?

Por que meu filhote faz xixi em todos os lugares?

De acordo com os veterinários do Vet Quality Centro Veterinário 24h, durante os primeiros 45 dias de vida, os filhotes não possuem o sistema digestivo completamente desenvolvido — por isso, eles ainda não têm muita noção do funcionamento do corpo, e não conseguem se “segurar”. Além disso, mesmo depois desse período, existe um outro fator — assim como as crianças, os animais não possuem o entendimento do que é certo ou errado. Porém temos um fator que nos auxilia, os filhotes tendem a fazer o xixi longe do local onde dormem ou comem.

Continue lendo

Churros gelados é opção para enfrentar as altas temperaturas

em News & Trends/The São Paulo Times por

O verão nem chegou, mas o calor dos últimos dias já trouxe boas lembranças da estação. Para tirar o melhor proveito dos dias quentes, a Loucos Por Churros, franquia de churros gourmet, acaba de lançar uma versão gelada para a guloseima, a Ice Galetas. Nela, os churros quentinhos e crocantes são mergulhados num delicioso sorvete. Mais irresistível, impossível.

A combinação não poderia ser melhor. Os churros harmonizam perfeitamente com a textura e o sabor do sorvete, unindo duas sobremesas que são preferência nacional em uma só. “No calor, não há nada melhor do que dar uma fugidinha da rotina para curtir um momento único de puro prazer e refrescância. Pensando nisso, resolvemos unir o tradicional sorvete às nossas galetas quentinhas com açúcar e canela”, explica Thaís Vargas, sócia fundadora da marca. Os clientes podem ainda escolher o sabor do sorvete entre baunilha e chocolate e combinar com a cobertura de sua preferência.

Continue lendo

Vencedor do “Melhor Filme Experimental”, fala sobre a sua carreira e projetos em Los Angeles

em News & Trends/The São Paulo Times por

Siôn Ribeiro Joseph, um jovem produtor e director internacional, ganhou o cobiçado premio de “Melhor Filme Experimental’ no Festival de Cinema do São Paulo Times e o título de “Melhor Produtor” no Festival TMC de Londres, com a sua curta-metragem “Crude”.

Siôn Ribeiro Joseph, filho de um pai galês e mãe portuguesa, cresceu expatriado, viajando extensivamente pelo mundo fora, encontrando culturas diferentes. Desde muito jovem, ele sabia que a sua paixão era contar histórias que cativavam a atenção de toda a gente. O Siôn sabia que filme seria a ferramenta necessária para alcançar este objectivo e decidiu iniciar a sua carreira de sonho em 2013, indo estudar para a Academia Cinematográfica de Nova Iorque (New York Film Academy). Após os seus estudos em Nova Iorque, Siôn foi viver para Los Angeles para continuar a sua carreira como um produtor e director na Meca do cinema.

Siôn trabalhou em muitos projectos a nível profissional, incluindo a produção de vídeos de música para a Shanice Wilson, cantora nomeada para receber um premio Grammy, e a produção/direção de projetos comerciais e curtas-metragens no Médio Oriente. A sua curta-metragem para a Qatar Airways foi difundida na frota aérea mais prestigiosa do mundo.

Continue lendo

Maior torneio de poker do mundo traz prêmios milionários em disputa no Brasil

em News & Trends/The São Paulo Times por

Conhecido no mundo inteiro como a Copa do Mundo de Poker, o Word Series Of Poker (WSOP) chega ao Brasil pela primeira vez, e com ele grandes prêmios. Na última semana a organização do WSOP Circuit Brazil 2016 anunciou o local, dias e grade dos torneios no país. O evento que acontecerá no Transamerica Expo Center em São Paulo entres os dias 26/10 e 02/11, trará aos ganhadores prêmios generosos. Através do site oficial (www.wsopbr.com), é possível conferir a grade com os eventos que acontecerão nos 8 dias de torneio.

O que já era bom ficou ainda melhor, os ganhadores do Evento Principal (Main Event) e o jogador que acumular mais pontos nos torneios de anel (Casino Champion), ganharão, além dos anéis (troféus) e do prêmio em dinheiro, uma vaga no WSOP 2017 Global Casino Championship. Um evento que reunirá os 100 melhores jogadores do mundo que competiram algum circuito do WSOP em 2016.

Continue lendo

The São Paulo Times Film Festival 2016 anuncia vencedores e parceria com o Festival El Ojo

em News & Trends/São Paulo/The São Paulo Times por

Dia 30 deste mês, ocorre o primeiro The São Paulo Times Film Festival, evento internacional que reunirá os melhores curtas-metragens do mundo. O festival será realizado no cinema Caixa Belas Artes em um evento que acontece as 10 horas da manhã.

Dividido em 13 categorias, o festival buscou premiar o melhor de cada categoria para exibição ao público. Ao todo serão exibidos 23 filmes curta metragens que variam de 2 a 12 minutos.

Ao todo, produtores de mais de 40 países fizeram suas inscrições, somando mais de 300 filmes do mundo inteiro.

É namoro ou união estável? Aprenda as diferenças.

em Brasil/News & Trends/The São Paulo Times por

Essa é uma dúvida muito comum e pertinente entre os casais que acontece até mesmo com as celebridades. Basta ver o recente caso de uma modelo famosa, que após o término de uma relação, segundo informações divulgadas pela imprensa, supostamente estaria pedindo uma indenização milionária alegando que vivia em união estável com um empresário.

O tipo de relação pode implicar numa série de fatores, por exemplo, direitos patrimoniais numa eventual separação ou falecimento de uma das partes. Mas como saber identificar se o relacionamento é namoro ou se já se tornou uma união estável?

O presidente do Colégio Notarial do Brasil – Seção São Paulo, Andrey Guimarães Duarte explica que a principal diferença é a vontade de constituir uma família. “Em termos de definição, união estável e namoro não se confundem pois enquanto no primeiro existe a figura de família e um projeto de vida em comum, no namoro o que há realmente é uma expectativa da relação afetiva vir a tornar-se (ou não) algum dia uma família”.

Continue lendo

1 2 3 126
Voltar p/ Capa