Chopp e cama quente

em Portrait por

camila

Os homens devem sair para beber com os amigos duas vezes por semana se quiserem reforçar sua saúde, afirma pesquisa realizada por Robin Dunbar, diretor do grupo de pesquisa social e evolucionário de neurociência da Universidade de Oxford, no Reino Unido. Se possível, com um grupo de quatro amigos, reforça. Quer saber, acho ótimo! Mesmo, não é hipocrisia!
Uma pessoa saudável em casa, além de uma companhia muito mais agradável e disposta a ajudar, é parceira, realizada e feliz. E pessoas felizes, além de espalhar alegria, são mais engajadas, não pegam no pé, tem mais vontade de viver, de compartilhar, de fazer sexo. Está vendo como isso pode nos trazer benefícios?


Um homem no bar duas vezes por semana nos dá as mesmas duas noites para fazermos o que quisermos: saírmos com as amigas (inclusive para o bar), ver o filme que ele não curte, ler o livro sem interrupções, dormir, fazer aquela máscara no cabelo que a gente perde a vontade quando tem gente por perto, receber só as amigas em casa pro papo de mulher, dar uma volta por aí. Um homem no bar dá tempo para sua mulher fazer o que tem vontade e ser feliz, cujo resultado é o mesmo que o masculino (ou seja, faz bem pra saúde de todo mundo!).

Um homem no bar, quando está num relacionamento entre pessoas maduras e sem más intenções, leva papo renovado pra casa, novas ideias e vontades para compartilhar com sua mulher. Conta piada nova, fica leve, dá mais valor pra sua mulher, é mais carinhoso, é grato. Ele até pode ter reclamado de você um pouco no bar, pela insistência em pedir pra tirar a toalha molhada da cama e abaixar a tampa da privada, e que mulher não faz isso com as amigas também? Mas, mesmo diante das reclamações – naturais, afinal ninguém e nenhum relacionamento é perfeito – ele volta feliz para casa por ter você ao lado. E homens, podem apostar que se vocês agem da mesma maneira com suas mulheres, elas também voltam para casa com mais vontade de estar ao seu lado.

Quando um casal que se entende e se admira de verdade se encontra, quando o sentimento é recíproco, quando se ama e se é feliz naquela companhia, o chopp com os amigos é delicioso, mas voltar pra casa depois disso pode ser melhor ainda. Aliás, o chopp não é problema, é só mais um dos acordos entre o casal.

Quando a gente permite que o outro viva o que é bom para ele e vice-versa, temos pessoas completas ao nosso lado. Cercear alguém que você diz amar pelo simples fato de se julgar “seu dono”, denota insegurança – ou fruto da sua cabeça, ou de algo não acordado, ou de algum fato que não tenha permitido que a confiança faça parte da relação (aí é necessário pensar se aquele é o relacionamento ideal, mas isso faz parte de outro papo…).

Quando a relação é boa, fazem parte dela: o chopp gelado, a cama quente, o sorriso no rosto, o amor nos seus braços e os amigos do lado. É assim que eu vejo um relacionamento saudável. E se você também vê assim, tim tim! Saúde!

loading...

Camila Linberger é colunista e cronista do The São Paulo Times. Comunicadora inata e observadora do comportamento humano, se algo que passar por seus olhos afetar sua mente de forma crônica, o resultado estará aqui para você ler.

Comentários no Facebook