-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-

De Todas Marias (Marcelo Adifa)

em Poética Urbana por

De todas Marias

De todas Marias,
mulheres de bem
Jovens senhoras
idade de alguém

De todas Marias,
mais vale além
Da mulher que são
o que podem querer

Se bates à porta;
Maria, alguém
Há de dar água
e um pouco o comer

Se bates à sola,
Maria, o seu pouso
Será por certeza
uma cama qualquer

Se debruças o seu corpo à noite
És Maria que o homem pôs no viver
Vale nada, nem menos ou mais
Que outras que se falam valor

De todas Marias,
em cada mulher há de ser,
Maria de pó e assopro
Lâmina de barro,
alma de Deus

Marcelo Adifa

loading...
Tags:

Comentários no Facebook

Últimos de Poética Urbana

Nó Borromeu

NÓ BORROMEU (Rogério Duran) – Sim, eu ouvi! Não sou surdo, por
Voltar p/ Capa