Estudantes de São Paulo criam projeto de apoio a refugiados

em Brasil/News & Trends/ONU/São Paulo/Saúde & Bem-estar por

Alunos do Anglo Vestibulares arrecadam doações e promovem debate sobre imigração

O Projeto SOU – RefugiAmar é formado por cerca de 50 alunos do Anglo Vestibulares e tem desenvolvido uma série de ações em prol dos refugiados. Com o auxílio do Serviço de Atendimento Psicológico (SAP), dos professores do curso e da Missão Paz, instituição filantrópica de apoio e acolhimento a imigrantes e refugiados, desde o começo do ano, esses jovens se reúnem e articulam ações sociais que possam incluir os outros alunos.

O grupo com o qual estão trabalhando é constituído por imigrantes e refugiados, de mais de 20 nacionalidades, recebidos e amparados pela Missão Paz. A instituição disponibiliza instalações (Casa do Migrante), alimentação completa, apoio legal, assistência social e aulas para essa população.

O trabalho dos alunos é dividido em alguns eixos de atuação. Além da arrecadação de dinheiro, que foi revertido para o projeto, eles também se dedicaram à arrecadação de roupas, brinquedos, livros infantis, itens de higiene pessoal e alimentos. A ideia surgiu de uma iniciativa da instituição chamada Jornada Sou, que incentiva os estudantes a se envolverem com projetos de cunho social.

A escolha do público alvo, do tema, das ações que seriam realizadas e da instituição parceira foram determinadas pelos estudantes. Juntos, traçaram toda a estratégia para colocar o projeto em prática. Como uma pequena empresa, dividiram-se em grupos com diversas funções (divulgação, captação de recursos, etc.) e tomaram as decisões necessárias para a iniciativa prosperar. Depois de conhecerem a entidade e entenderem um pouco mais desse universo, buscaram, junto com seus dirigentes, formas de contribuir.

Evento

Na última sexta-feira (21), ocorreu, na unidade Tamandaré, uma palestra com professores e membros da Missão Paz sobre a inclusão do imigrante e do refugiado no Brasil. A ideia do evento foi explorar esse tema com os alunos de uma forma mais aprofundada, indo além do que é mostrado em livros e noticiários.

Durante o evento, os jovens tiveram a oportunidade de aprender mais sobre o assunto e se sensibilizar com a causa, entrando em contato com uma realidade diferente, que tem ganhado notabilidade nos últimos tempos. A temática, inclusive, é bastante explorada nos vestibulares e conhecê-la de uma forma mais próxima e empática pode ser extremamente enriquecedor.

loading...

Comentários no Facebook