Menino Maluquinho vai virar desenho animado e fizemos uma entrevista com os produtores. Confira!

em Brasil/Cultura e Entretenimento/Entrevista/The São Paulo Times por
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Oca Filmes, produtora que atua no mercado há 8 anos, teve a honra de ganhar os direitos para adaptação do querido personagem de Ziraldo. Ana Paula Catarino e Guilherme Alvernaz, dois dos sócios-fundadores da Oca Filmes estão a frente do projeto. Guilherme é animador há mais de 30 anos, e começou trabalhando ao lado de seu pai Ruy Perotti. Perotti foi criador de personagens marcantes como Sujismundo e Friozinho da Pernambucanas, e também contemporâneo e amigo pessoal de Ziraldo.

Ziraldo, que há tempos gostaria de transformar suas histórias em desenho animado e fazer o personagem entrar de vez no século XXI, enxergou na Oca Filmes o parceiro ideal para a realização desse sonho.

“O Menino Maluquinho tem todas as características para viver por toda vida na imaginação da criança brasileira. Tenho certeza de que, finalmente, com essa série, o personagem entra no século XXI”, comenta Ziraldo.

Guilherme Alvernaz optou por manter o traço e a magia do original, trazendo a obra para animação 2D. “O Menino Maluquinho vai manter a essência da infância, de jogar futebol, brincar na rua, mas também terá tecnologia e os jogos que as crianças de hoje utilizam bastante”, comenta Alvernaz.

Na adaptação da obra para animação, Guilherme conta com uma equipe experiente em entretenimento e pedagogia, entre eles Marcio Araújo, cuja experiencia inclui roteiros para Cocoricó e Castelo Rá-Tim-Bum.

A primeira temporada de 26 episodios será baseada no livro original, mas a ideia é realizar mais temporadas com outras histórias e novos personagens. E a turma não descarta a possiblidade de fazer um longa metragem.

“A responsabilidade é enorme, mas o Ziraldo ficou muito feliz em ter a Oca à frente do projeto e isso já é razão para comemorar. Para a Oca Filmes é um sonho. Com essa adaptação do Menino Maluquinho já contamos um total de seis projetos criados pela equipe e, certamente, iniciaremos uma história sólida na produção de conteúdo”, finaliza Ana Paula Catarino, sócia e responsavel pela produção executiva.

Entrevista…

Confira abaixo a entrevista que fizemos com Ana Paula Catarino, produtora executiva e sócia da Oca Filmes.

1. Como comemoraram ao saber que fariam a animação do Menino Maluquinho?
Estamos bem felizes em adaptar um clássico desta importância. Celebramos com muita animação 🙂

2. Como foi a escolha de Ziraldo? Ele já tinha esse projeto na cabeça?
Ele nos contou que sempre teve a ideia do Menino Maluquinho virar animação, e ao longo dos anos foi procurado por alguns estudios. Não sabemos dizer os motivos que o levaram a nos confiar a obra, mas acho que há uma parcela de confiança pelo histórico que tem com o pai do Guilherme (o animador Ruy Perotti era um grande amigo do Ziraldo).

3. Qual será a influência de Ziraldo nos episódios?
Toda a que ele quiser, ele é o pai do Menino Maluquinho. Temos autonomia para desenvolver a série, mas acreditamos que toda a participação do Ziraldo será preciosa.

4. A produtora também ficará encarregada do roteiro dos episódios?
Sim, a adaptação das histórias está a cargo do Guilherme Alvernaz, obviamente com ajuda de uma equipe de roteiristas.

5. Qual é o tempo médio gasto para produzir um episódio do Menino Maluquinho? E quando estreará?
Animação tem um processo de produção diferente de séries filmadas, então não se faz um episodio por vez. A temporada de 26 episodios de 11 minutos (que é o espaço para preencher 15 minutos de grade) leva cerca de 2 anos.

6. Vocês já tem contrato com algum canal ou emissora para veiculação do desenho?
Estamos em conversa com alguns canais mas ainda não temos nada definido.

7. Quantas pessoas estarão envolvidas no projeto?
Durante o processo de 2 anos, desde o inicio até a entrega a série passa por muitas pessoas, é dificil precisar mas diria que em torno de 100.

8. Como está o andamento?
Estamos na fase de desenvolvimento. Isso significa o que? Em paralelo, um grupo desenvolve sinopses de histórias, enquanto um segundo desenvolve cenários e um terceiro faz a adaptação dos personagens do universo estático de HQ para animação.

Curiosidades Gerais: 

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

1. Conte um pouco sobre como iniciaram a carreira até idealizarem a Oca Filmes.
A OCA surgiu para oferecer prestação de serviços e criação de animação em publicidade. Conquistamos nosso espaço em um mercado bem competitivo, e hoje atendemos a maioria das agencias e anunciantes da america latina. Tinhamos um desejo de desenvolver projetos de entretenimento, e fomos atras de capacitação – estudamos o mercado americano, participamos de festivais e congressos e fizemos cursos. E com isso, desenvolvemos uma carteira de propriedades intelectuais bem bacana.

2. Qual o desafio de se manter um estudio de animação hoje no Brasil?
Achar mão de obra qualificada é o maior desafio, e acabamos por formar bastante gente. O outro grande desafio é fazer a conta fechar. Animação é cara, demorada e depende de mão de obra que tem de combinar talento e capacidade técnica. Apesar do enorme talento existente no nosso pais e do crescimento expressivo no setor, o mercado de animação ainda é pequeno e o país de forma geral ainda está aprendendo a desenvolver economias criativas. O governo atraves do BNDES e Fundo Setorial vem desenvolvendo incentivos para ajudar a alavancar a industria. Entretenimento é um negocio rentável nos Estados Unidos, e Europa, mas bem incipiente no Brasil. Para dar uma ideia, o Faturamento Bruto de Bilheteria de Cinema em 2013 foi: nos USA USD$10,9 Bilhões, na China USD$3,54 Bilhões , na França foi USD$1,66 Bilhões e no Brasil USD$0,9 Bilhões. Isso dá uma boa ideia do desafio. (FONTE: Financial Times, Companies Report)

3. É possível viver só de filmes de animação ou a publicidade ainda faz parte do negócio?
Sim, é possível. Mas o nosso estúdio depende de publicidade e nunca vamos deixar de trabalhar com isso, porque por ser tão criativo, é uma grande escola.

4. Como se faz animação 2d hoje em dia? É ainda traço a traço ou é tudo direto nos softwares?
Cada vez mais se desenha em tablets. Mas o traço fica igual.

5. Quais softwares para animação 2d hoje em dia são populares no mercado?
Aqui na OCA trabalhamos com Maya, ToonBoom e After Effects.

6. Quais dicas vocês dão para quem quer iniciar na carreira de animador?
A regra numero um é: tem que amar! Animação é movida a paixão. Sabia que anime é a palavra em latim para ALMA?

7. Indicariam algum curso?
Animation Mentor, e estágio em estúdios bons. Nada como aprender na linha de frente.

loading...

Comentários no Facebook