Muito além de técnica, profissional de TI deve ser multifacetado

em Brasil/Tecnologia e Ciência por
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Travou? Quebrou? Parou? “Chama o suporte de TI”, é uma das frases mais comuns entre as empresas. Reconhecidos por resolverem os problemas quando o assunto é tecnologia, agora, e cada vez mais, estes profissionais e de áreas relacionadas estão ampliando suas atuações e saindo de trás das máquinas para tomarem posições ainda mais participativas nos negócios. Para alguns especialistas, mesmo com muitos caminhos para novas empreitadas, incluindo a tentadora carreira de consultor, é preciso se atentar ao tempo para tal formação e para a obtenção de retorno e reconhecimento.

Nessa linha, redes de franquias de serviços na área de TI, como a Sr. Computador, lideram o ranking de opções para aqueles que sentem a necessidade de sobressair no mercado, conquistando maior faturamento – acima de acima de R$ 10 mil ao mês, por exemplo –, sem deixar de atuar em campo, caso ainda queiram manter o contato feito durante os atendimentos. Segundo Fábio C. Guerra, diretor de negócios da empresa, isso acontece porque a tendência do mercado é ampliar a forma de atuação para uma melhor realização pessoal e profissional. “Ter o próprio negócio, dentro de um ramo já conhecido, é um sonho que muitos vêm realizando ao tornarem-se franqueados. Para eles, é a oportunidade de empreender num setor no qual já possuem expertise. Para a rede, é uma passo a mais para o sucesso e consolidação da marca e conceito. Afinal, estamos lidando com um conhecedor do mercado. Com isso, todos se beneficiam”, diz.

Guerra, contudo, faz questão de lembrar que, para obter o esperado sucesso, não basta apenas que o franqueado seja um grande técnico em manutenção de computadores e redes. “Hoje em dia, mesmo em grandes empresas, como funcionário, esse profissional precisa ter a sua capacidade de comunicação desenvolvida, pois precisa entender o que o usuário deseja ou precisa no momento. Ele tem de fazer parte da tomada de decisão das empresas e nas estratégias diárias. O que dizer então daqueles que serão responsáveis por uma empresa? É o tipo de parceiro que buscamos em nossa rede”, completa.

Com mais de 35 unidades em todo o território nacional, a Sr. Computador disponibiliza três modalidades de negócios (home based, loja e conversão de bandeira), com investimento baixo – a partir de R$ 25 mil –, e um faturamento alto – a partir do sexto mês, é possível superar a casa dos R$ 10 mil, ficando com cerca de R$ 5 mil de lucro, caso dos que optam pela versão home based da marca. “Trabalhamos com fornecedores homologados, damos todo o suporte no antes e durante a implementação da franquia, independente da modalidade enquadrada. Mas, mais do que isso, estimulamos o nosso franqueado a faturar sempre mais, com planos de negócios e uma gama de oportunidades de serviços. Assim, independente da demanda, a Sr. Computador está apta a atender”, explica.

loading...

Comentários no Facebook