-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-

Poesias para sexta-feira

em News & Trends/Poética Urbana por

“Das virtudes do teu corpo
Do assombro em tê-la pele
Tela que chama descoberta
Em mãos e boca no perder-se
Em horas

Das formas o contorno, da carne
O gosto, a explosão aos lábios
De tudo o que é memória
O mais presente é a tua voz

Ei-la, sussurrar da natureza humana
Vento de fada sem asas – ou roupas-
Canto de sereia, ei-la;
A voz, o chamar de tua boca
Som, do universo
o cio”

Marcelo Adifa

“Não tenho de forte as formas
Que se esperam, tenho na luta
Travada agrura um cotidiano
E no não desistir me entrego

Se tenho de forte e algo quero
É manter o equilíbrio do sorriso
Pouco aberto, não medido – firme
Sem exageros
para não servir às moscas
Nem fechado que não possa entrar
Da natureza um sopro”

Marcelo Adifa

“Seria mais fácil dizer eu te amo
Encerrar em seu corpo o descanso
Eu em ti – e de tua companhia
norte preciso

De carne são feitas as paixões
Amor é além, se for só desejo
Se acaba ao amanhecer dos dias

Sendo amor a carne é mera vestimenta
Despi-la não se faz necessário, é algo
Pele apenas, que não importa – está lá
Vale a fagulha que acesa indica

não faz sentido viver sem você”

Marcelo Adifa

” O passar de lábios sobre o rosto
Contornando o queixo e as formas
Pinçando à boca um sorriso e dele
O nascer, momento que não acabe

mas como tudo que se inicia
há de ter fim
Que seja em outro beijo
Que o primeiro se desprenda
e queira
Ser como o desejo
Que sempre volta

E a cada vez, num novo beijo
É meu mundo, átimo – segundo
Que se faz imensidão”

Marcelo Adifa

loading...

Comentários no Facebook

Últimos de News & Trends

No bar

Fazia tempo que não ia naquele bar. Aproveitou a sexta-feira sem a

A Terra do Se

Fica lá, logo depois de Patos de Minas, e agora estou na

O arroto

Ah, o filho tinha deixado ele assustado, ô se tinha. Não dava

No escuro

Estou numa casa no meio do mato e não há luz. Andaram
Voltar p/ Capa