-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-

Tag archive

aplicativo

47% dos brasileiros são sedentários: falta de tempo ainda é o principal motivo

em News & Trends/Saúde & Bem-estar/Tecnologia e Ciência por

falta de tempo ainda é o principal motivo para o sedentarismo no Brasil. E esse número só cresce.  Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) 47% da população brasileira acima dos 18 anos é sedentária, mesmo tempo, por ano, 300 mil pessoas morrem no Brasil por doenças associadas à inatividade física. E isso traz más consequências tanto para a saúde, com a probabilidade de desenvolver enfermidades como diabetes, doenças do coração e câncer; como para a qualidade de vida, refletindo em menos disposição para realizar tarefas simples, por exemplo. Tudo isso sem esquecer de como o sedentarismo pode afetar o rendimento no trabalho.

Para mudar esse padrão, não há necessidade de começar a correr de um dia para o outro, ou se matricular em uma academia. Estudos mostram que mudanças simples de hábito podem trazer grandes benefícios à saúde, se feitas com regularidade.

“A gente sabe que incorporar novos hábitos leva tempo, mas a pessoa precisa, em primeiro lugar, estar disposta à mudança. Depois ela deve estar consciente de que essa atitude não deve ser pontual, por um período determinado, mas esta deve ser uma mudança para toda a vida”, afirma Ana Claudia Pinto, médica endocrinologista e diretora de Desenvolvimento de Produtos, da Sharecare, empresa líder na combinação de saúde digital com gestão de saúde integrada.

Continue lendo

Pokémon Go no ambiente de trabalho – Restringir ou integrar?

em Negócios/News & Trends por

Desde a chegada de Pokémon Go, ao Brasil, muito tem sido discutido sobre os benefícios da brincadeira e também sobre os seus limites. Se, por um lado o jogo tem sido usado por hospitais como estímulo para crianças doentes saírem de seus leitos e tem contribuído para a interação social de muitas pessoas, por outro, Pokémon Go tem causado polêmica por impactar negativamente alguns aspectos da vida de seus usuários. Sobretudo no âmbito profissional.

Daí surge uma dúvida não só na cabeça dos gestores de equipe, mas também para os profissionais de TI –  bloquear Pokémon Go na rede corporativa é a solução? Apesar de existirem maneiras relativamente simples de bloquear o jogo, aresposta é não. Com o jogo baixado no celular e uma conexão 3G ou 4G, qualquer pessoa pode jogar, independente das restrições que a rede da empresa possa ter. O bloqueio via firewall ou direto na rede corporativa é inútil, servindo apenas para demarcar a posição do gestor em relação à questão.

Continue lendo

Tinder bomba no Rio de Janeiro no primeiro fim de semana de agosto

em News & Trends/Tecnologia e Ciência por

Busca pela cidade na função Passport aumentou mais de 200% e o local já é o mais buscado do mundo no Tinder Plus; usuários ativos diariamente no aplicativo registram aumento de mais de 60%

Os estrangeiros e os brasileiros que estão no Rio de Janeiro para curtir a movimentação durante o mês de agosto na cidade, por conta dos eventos esportivos realizados no local, fizeram com que o Tinder registrasse um aumento de 64% nos usuários ativos diariamente, ou seja, que se logam e avaliam perfis de outras pessoas todos os dias, no primeiro fim de semana deste mês.

A cidade passou de sétimo para primeiro lugar entre os locais mais procurados pelos usuários do Tinder Plus, usando a funcionalidade Passport. As pessoas de outras regiões que usam a ferramenta para se geolocalizar em qualquer lugar do mundo escolheram o Rio de Janeiro como destino favorito, o que fez com que as buscas aumentassem 211% no primeiro fim de semana de agosto. Por conta disso, o Rio de Janeiro ultrapassou Londres, Paris e Nova York, entre outras cidades.

Continue lendo

Pokémon Go chegou oficialmente ao Brasil! Capture-os todos com segurança com 8 dicas

em Tecnologia e Ciência por

A espera terminou. Desde quarta-feira à noite, os fãs do popular jogo dos anos 90 podem se juntar para caçar Pokémon no Brasil e no resto da América Latina, após a Niantic Labs ter disponibilizado o jogo oficialmente. De acordo com a empresa SensorTower, estima-se que o aplicativo tenha sido baixado em dispositivos iOS e Android mais de 30 milhões de vezes em todo o mundo desde o seu lançamento inicial.

Como acontece com qualquer fenômeno popular, a febre por capturar Pokémon não passa despercebida para os cibercriminosos, que aproveitam o frenesi dos fãs para cometer seus crimes. Por isso, é importante que os jogadores adotem medidas de segurança para evitar cair nessas armadilhas.

Continue lendo

5 dicas para que as crianças joguem Pokémon Go em segurança

em News & Trends/Tecnologia e Ciência por

Pokémon Go foi lançado no Brasil após muita espera de seus fãs, pessoas de todas as idades que estavam ansiosas para capturar seus próprios “monstrinhos de bolso”. O jogo utiliza a realidade aumentada e a localização geográfica (GPS) para transportar a pessoa para o universo do desenho, usando o mundo real. O objetivo do jogador é caminhar para encontrar os Pokémons e outros itens. Apesar de muito divertido, o jogo oferece perigos virtuais e reais, principalmente para as crianças.

Veja abaixo 5 dicas que o engenheiro de segurança da Norton, Nelson Barbosa, listou para os pais orientarem seus filhos:

Continue lendo

SURE Universal: assuma controle total dos aparelhos eletrônicos de sua casa

em News & Trends/Tecnologia e Ciência por

A “Internet das Coisas” se refere a uma revolução tecnológica que tem como objetivo conectar os itens usados do dia a dia à rede mundial de computadores. Cada vez mais surgem eletrodomésticos, meios de transporte e até mesmo tênis, roupas e maçanetas conectadas à Internet e a outros dispositivos, como computadores e smartphones.

Foto: Tekoia
Foto: Tekoia

Olhando esse mercado a Tekoia Ltd., uma empresa israelense está fazendo sucesso com um aplicativo que promete funcionar como um controle remoto universal para diversos dispositivos. Chamado de SURE Universal, o aplicativo utiliza raios infra-vermelhos para controlar facilmente TVs, decodificadores, receptores e até mesmo ar condicionado. Ele usa a rede Wi-fi para controlar TVs inteligentes e streamers de mídia.

Segundo a empresa, o Aplicativo é simples de configurar e fácil de usar. Com ele, por exemplo, você consegue transmitir fotos e vídeos de seu telefone para uma smart TV com poucos cliques. Dispositivos como Apple TV e Chromecast funcionam perfeitamente com o SURE.

Screen Shot 2015-12-04 at 3.05.44 PM

O SURE Universal também introduziu o conceito de “sistema” de dispositivos, um conjunto de dispositivos que podem ser controlados simultaneamente. Por exemplo, você pode ter um “sistema” SURE para sua sala de estar, que substitui os controles remotos da Smart TV, do decodificador dos receptores de TV a cabo e AV. Um clique liga ou deliga todos esses aparelhos, resultando em um controle remoto único, com apenas um botão.

Atualmente o aplicativo tem quase 5 milhões de download com mais de 25 mil avaliações 5 estrelas. O SURE Universal é gratuito e pode ser encontrado no Google Play e na Amazon.

Screen Shot 2015-12-04 at 4.36.32 PM

Para saber o que mais o aplicativo pode fazer por você, acesse: http://www.tekoia.com/

Por The São Paulo Times

Conheça o aplicativo que fiscaliza a mobilidade e segurança das cidades-sede da copa

em Brasil/São Paulo/Tecnologia e Ciência por

Iniciativa do Colab.re permitirá aos milhares de brasileiros e turistas estrangeiros informar ao governo sobre o funcionamento dos serviços em arenas, aeroportos, metrôs, ônibus e táxi durante a realização do evento.

colab.re

Durante a Copa do Mundo, que tem início em 12 de junho e segue até 13 de julho, o Brasil espera receber 500 mil turistas estrangeiros e movimentar milhões de brasileiros pelas 12 cidades-sede, segundo estudo do Ministério do Turismo. No intuito de contribuir para a melhoria da mobilidade e da segurança nas regiões que sediarão o mundial de futebol, o aplicativo Colab.re oferecerá 14 categorias para que esse contingente de pessoas fiscalize e indique as condições de funcionamento dos serviços em arenas, aeroportos, metrôs, ônibus e táxi. Ao final do evento, o Colab.re compartilhará o diagnóstico gerado em forma de relatório virtual aos próprios usuários, prefeituras e Governo Estadual e Federal.

O usuário deverá acessar o Colab.re, por meio do aplicativo nas versões iOS eAndroid ou na versão web (www.colab.re), e selecionar o grupo de categorias “Copa do Mundo”. Em seguida, postar local, relato e foto do problema enfrentado que pode variar entre ônibus, trem, metrô e aeroporto superlotados ou danificados; estação de ônibus, trem e metrô danificadas; demora na entrega de bagagens; atraso excessivo em voos; estádio com acessibilidade irregular, danificado ou com acesso ao local problemático; presença de cambista em estádio; e táxi irregular no aeroporto. A partir daí, a postagem estará disponível para que outros usuários do Colab.re possam endossá-la, por meio de apoios e compartilhamentos, bem como será encaminhada pelo aplicativo ao órgão público responsável, a fim de que esse possa dar um retorno ao cidadão.

A iniciativa do Colab.re cria um novo canal para que o Governo possa se relacionar com a população e, desta forma, promova a acessibilidade e a segurança dos brasileiros e dos turistas estrangeiros na Copa do Mundo, conforme defende o fundador do aplicativo, Gustavo Maia. “Queremos aproveitar o momento em que o Brasil se une para extravasar a paixão pelo mundial de futebol e levar toda essa corrente de união em prol da melhoria do País. Pretendemos ser aliados aos esforços do Governo, bem como estimulamos projetos similares”, afirma.

 

Conheça o novo aplicativo que mede velocidade de banda larga fixa

em Brasil/São Paulo/Tecnologia e Ciência por

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), em parceria tecnológica com o NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR), criou o aplicativo (software) Monitor Banda Larga, que auxilia o usuário brasileiro de banda larga fixa a verificar, de maneira fácil, rápida e automática, a qualidade e a velocidade de sua rede. O lançamento será na próxima segunda-feira, às 11 horas, durante a abertura da Semana de Infraestrutura L.E.T.S, no hotel Unique, em São Paulo.

“Milhões de brasileiros têm problemas com a internet. A internet é mais cara no Brasil do que na Venezuela, Turquia, Romênia e Cazaquistão, por exemplo. O ranking com menor preço de banda larga fixa no mundo mostra o Brasil na 55ª posição. Muitas vezes, os consumidores pagam por um serviço, mas não recebem o que foi acordado com a prestadora. E o pior, na maioria das vezes, as pessoas sequer conseguem verificar a qualidade da sua internet com rapidez e facilidade. Mas a partir de agora, isso será possível com o Monitor Banda Larga”, afirma Carlos Cavalcanti, Diretor do Departamento de Infraestrutura da Fiesp.

internet

O objetivo da ferramenta é melhorar a qualidade da banda larga fixa, necessária ao desenvolvimento da indústria e de todo o país, auxiliando qualquer usuário a verificar se sua prestadora de serviços está entregando a internet banda larga de acordo com o contratado e com os parâmetros da Anatel, de maneira simples e de fácil entendimento.

Inicialmente o produto é compatível com o sistema operacional Windows e conta com três tipos de medição: padrão, automaticamente configurada com a instalação do aplicativo e que realiza testes diários a cada 6 horas; instantânea, que verifica a qualidade da conexão imediatamente e programada, que possibilita a seleção de intervalos de medição a cada 2, 4, 6 ou 8 horas. Após a escolha das opções de medição, o usuário visualizará um relatório simples e objetivo, que indicará a velocidade e qualidade da internet.

“Diferentemente de outros aplicativos semelhantes, o Monitor Banda Larga é o primeiro aplicativo que oferece medições diárias e automáticas, com relatório mensal completo, e ainda uma ferramenta que possibilita ao usuário verificar o melhor canal de Wi-Fi a ser utilizado, caso esteja utilizando uma conexão sem fio”, completou Cavalcanti.

Para garantir segurança, o aplicativo possui um laudo do Instituto de Pesquisa Tecnológica (IPS), da Universidade de São Paulo (USP), que certifica o funcionamento e confiabilidade da ferramenta.

Aplicativos para motoboys conquistam São Paulo

em Brasil/Negócios/Tecnologia e Ciência por

Saem os táxis, entram os motoboys. Após crescimento acelerado, aplicativos para motoboys conquistam o mercado corporativo.

Os aplicativos para chamada de táxi se popularizaram em pouco tempo, e já estão rendendo bons frutos para os profissionais envolvidos. Seguindo esse caminho, surgiram no mercado nos últimos meses alguns aplicativos que prometem localizar motoboys e calcular corridas automaticamente. Seu maior representante, a MOBLYBOY, recebeu investimentos de R$ 10 milhões para expandir seus serviços para todo o Brasil.

Disponível gratuitamente para Android e iPhone, a MOBLYBOY se estabeleceu como o aplicativo mais popular do segmento, recebendo destaque da Apple em sua App Store e conquistando milhares de motoboys para sua base em São Paulo.

“A ideia original da MOBLYBOY é agregar comodidade, benefícios e possibilidade de crescimento para os motoboys. Nossas estratégias estão sempre focadas em promover o trabalho dos profissionais que se juntam a nós, por isso, parte do nosso trabalho é desenvolver palestras, cursos e dar suporte integral para essa categoria”, comenta Vinicius Apoena, um dos fundadores da empresa. Junto com seu sócio, Márcio Meira, Vinicius criou um ambiente um pouco mais complexo que a maioria dos aplicativos que vemos diariamente: além de cadastrar os motoboys interessados, uma central de atendimento entra em contato com esses profissionais, convidando-os para palestras, cursos e reuniões e aproximando os motoqueiros da cultura e filosofia da empresa.

Em plena expansão de suas operações, a MOBLYBOY irá anunciar nas próximas semanas seu modelo comercial que segundo Meira, é inédito no mercado de aplicativos para smartphones.

Voltar p/ Capa