-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-

Tem coragem? Tour Macabro em Paranapiacaba para Veganos

em News & Trends/São Paulo por

Não poderia haver lugar melhor para abrigar um evento como esse: a vila histórica de Paranapiacaba está entre os lugares mais assombrados de São Paulo! são vielas, hospital abandonado e sua densa e bucólica neblina, invadindo a vila no final da tarde carreando consigo o clima sombrio desse vilarejo.

Isso tudo na companhia de um guia que parece ter saído do mundo dos mortos para impressionar os visitantes sobre a luz de mercúrio e um clima de medo e mistérios, este é o cenário para o nosso Tour Macabro por Paranapiacaba, para veganos.

Para o grupo sair precisamos do mínimo de 12 pessoas

Inclui

  • Transporte (micro ônibus) com lanche vegano
  • Guia de turismo
  • Jantar, caldo e torta vegana (bebidas à parte)
  • Seguro-viagem

Valor por pessoa R$ 139

Pagamento à vista via depósito bancário

 

Roteiro

Data: 07/10 sábado

Apresentação para embarque: 16h15

Saída: 16h30 da estação Vergueiro próximo do Centro Cultural São Paulo

Previsão de chegada: 18h em Paranapiacaba

18:00 – Início do tour

18:30 – Cemitério de Paranapiacaba

18: 40 – Tour parte Alta

19:00 – Vila Velha

19 :15 – Travessia do Mens

19:30 – Clube União Lyra Serrano (Coreto e Balanço)

19:40 – Barracões de Solteiros

19:50 – Pau da Missa

20:00 – Largo dos Padeiros (encerramento do tour)

20h00 – Jantar (caldos + tortas)

21h00 – Volta São Paulo

22h30 – previsão de chegada no metrô Vergueiro

Observações:

Não é recomendado para menores de 12 anos
Roteiro sujeito a alterações para bem-estar e conforto do grupo

Para se inscrever, clique aqui.

 

loading...
Tags:

O The São Paulo Times® traz matérias e notícias, além de identificar tendências por meio de uma equipe de jornalistas e colunistas especializados em diversos assuntos.

Comentários no Facebook

Últimos de News & Trends

No bar

Fazia tempo que não ia naquele bar. Aproveitou a sexta-feira sem a

A Terra do Se

Fica lá, logo depois de Patos de Minas, e agora estou na

O arroto

Ah, o filho tinha deixado ele assustado, ô se tinha. Não dava

No escuro

Estou numa casa no meio do mato e não há luz. Andaram
Voltar p/ Capa