Connect with us

A idiotice nossa de cada dia

Published

on

ze

A idiotice nossa de cada dia

O texto de hoje é sobre uma categoria de gente que tem aumentado cada vez mais no mundo: os idiotas. E o legal de fazer piada com idiotas é que ninguém se considera um para vir defender a classe.

Não me entendam mal: eu não tenho nada contra esse tipo de pessoa, afinal cada um de nós tem o direito de ser idiota. O problema é quando o idiota resolve ter iniciativa.

O idiota com iniciativa é frequentemente encontrado em escritórios, empresas e outros ambientes corporativos. É o cara que não sabe trabalhar, mas se mete a fazer de tudo. Sabe aquele cara que não entende nada de equipamentos eletrônicos mas sempre sobe no palco antes de uma palestra e fala “SOM, SOM” ao microfone e sai com cara de que consertou tudo? Pois então, esse é o idiota com iniciativa.

Outro tipo de idiota é o idiota bem-intencionado. Nunca se iluda com ele: um idiota bem-intencionado tem um poder de destruição maior que o de mil canalhas inteligentes.

Advertisement

O idiota bem-intencionado é aquele que te ferra em nome de uma boa causa. Preste atenção: ele não faz nada pela boa causa, apenas ferra os outros em nome dela. É o tipo de idiota bonzinho, que todo mundo adora e que é a coisa mais fofa e cuti-cuti desse mundo. Pode ter certeza: ele só nasceu porque o Ursinho Pooh comeu a Hello Kitty.

Aí vai uma dica: nunca ouse discordar do idiota fofo e bem-intencionado, que você se transforma imediatamente no maior filho da puta do universo. Se ele fizer carinha de choro – o que não é difícil, porque esse tipo de idiota tem cara de choro o tempo todo – você passa a ser um ser mais repugnante que o maníaco do parque com sífilis.

Tem também o idiota inteligente. Esse também é conhecido como caga-regras – de quem já falei aqui neste espaço há algumas semanas. O idiota inteligente não sabe de tudo um pouco, ele sabe de tudo um muito. A única coisa que ele não entende nessa vida é como a humanidade chegou até aqui antes mesmo que ele tivesse nascido. Dizem que um desses foi visto por aí dizendo que poderia até ter descoberto o Brasil.

E o idiota da paz? Você certamente conhece algum assim: ele vive criticando a violência das torcidas organizadas e a violência dos policiais truculentos. Depois vai pro show de banda punk trocar socos e pontapés com outros de sua raça e invariavelmente vai embora com um dente quebrado e cara de feliz.

E você? Conhece outros tipos de idiota? Fique a vontade para escrever aí nos comentários. Vai, escreve lá. Não vá me deixar aqui com cara de idiota, né?

Advertisement

__________________________________________________________________________________________________________
José Luiz Martins. Humorista, publicitário e roteirista. Sócio da empresa Pé da Letra, de criação e produção de conteúdo. © 2014.

Continue Reading
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Copyright © 2023 The São Paulo Times