A maturidade das empresas brasileiras em Segurança da Informação

Published

on

Foto: Reprodução

A Arcon, empresa especializada em segurança de TI com foco em Serviços Gerenciados de Segurança (MSS – Managed Security Services), e a IDC, líder em inteligência de mercado e consultoria nas indústrias de tecnologia da informação, telecomunicações e mercados de consumo em massa de tecnologia, estão desenvolvendo, em parceria, um mapeamento inédito de mercado para avaliar o nível de maturidade das empresas brasileiras em relação à segurança da informação. 

“As organizações já veem o tema segurança da informação como risco para a reputação empresarial e objetivos de negócio mas ainda falta orientação para as decisões de investimento”, resume Viviane Pasko, Diretora de Marketing da Arcon. De acordo com o estudo IDC CxO Barometer, conduzido este ano pela consultoria, a segurança de TI aparece apenas em quarto lugar entre as prioridades de tecnologia de executivos de diversas áreas (vendas, finanças, RH etc.) para os anos de 2014 e 2015. Já os investimentos não superam 5% do orçamento de TI, segundo o relatório IDC Security Leaders.

Para isso, a proposta da Arcon, com o apoio da IDC, é realizar um diagnóstico do quanto as empresas priorizam o tema no dia a dia dos negócios. Através de uma metodologia desenvolvida pela Arcon, chamada Fast Assessment, é feito um levantamento que contempla a avaliação de pilares como tecnologia, processos e pessoas e dos controles de segurança de TI e gerenciamento e monitoramento de segurança da empresa participante. “Ao final, a companhia recebe um relatório executivo com diretrizes e um diagnóstico do seu ambiente”, complementa Viviane Pasko.

Trending

Sair da versão mobile