Connect with us

As mídias sociais estão nos deixando mais sozinhos?

Published

on

ddd_capa

As mídias sociais estão nos deixando mais sozinhos?

As mídias sociais chegaram faz um tempo, mas a popularização da internet no celular colocou ela em outro nível, não é raro qualquer um observar as pessoas em seus celulares conversando entre si, ou com pessoas longes, mesmo em lugares públicos e sociais como bares, baladas, shopping e etc.

Tudo que é nova tecnologia segue uma ordem de reação da sociedade, isso pode variar um pouco, depende do tipo de objeto ou tecnologia disponibilizada, mas há sempre o boom incial e vagarosamente a estabilidade do uso vai chegando ou a total incorporação do “objeto” em nossa sociedade chega, podemos ver isso com as mídias sociais Facebook eTwitter, elas nasceram de um forma e com a mecânica que cabia perfeitamente em nossa época de querer estar conectado, nos iludindo com a sensação de estar com muitas pessoas, mas pesquisas falam que só está nos deixando mais sozinhos, e mentalmente/psicologicamente doentes.

Vivemos numa contradição.

Mais conectado, mais sozinho.

Facebook hoje chega aos seus 845 milhões de usuários, no último verão o facebook virou o primeiro site a receber 1 trilhão de visitas ao mês, com 2.7 bilhões de “cutir” e comentários todo o dia, e ele aparece num momento de aumento de quantidade e intensidade de solidão mundial. As pessoas se encontram menos com as outras, e quando o acontece o encontro é menos profundo e produtivo, muitas das pessoas saem com outras sem haver uma “conexão” entre elas, a qualidade da vida social está diminuindo. Há uma pesquisa nos EUA que diz que 10% dos americanos não tem ninguém para discutir assuntos que importam, 15% falam que eles só tem um Bom Amigo, 20% não tem ninguém com quem conversar, e 20% tem apenas uma pessoa confidente. Um dado interessante que mostra essa solidão é que 27%  das casas nos EUA em 2010 são habitadas por apenas uma pessoa.

Advertisement

Veja só que interessante essa doença que se assemelha demais com os usuários das mídias sociais, é a Síndrome de Aspergers:

“Algumas características dos Aspergers são: dificuldade de interação social, dificuldades em processar e expressar emoções (este problema leva a que as outras pessoas se afastem por pensarem que o individuo não sente empatia), interpretação muito literal da linguagem, dificuldade com mudanças em sua rotina, pessoas desconhecidas, ou que não vêem há muito tempo, comportamentos estereotipados. No entanto, isso pode ser conciliado com desenvolvimento cognitivo normal ou alto.” – Wikipédia

Nós sabemos intuitivamente que estar sozinho não é o mesmo que solidão. Estar Sozinho pode ser uma coisa muito boa. Festas cheias podem ser horríveis, solidão não é algo derivado de fatores externos e sim um estado psicológico.

Em face da desintegração social há crescidos áreas para socorrer as pessoas que estão sofrendo com tudo isso, como terapeutas de casais, psicólogos, conselheiros, assistentes sociais e etc, tudo para atender a esse sintoma da solidão social. As pessoas não estão percebendo a armadilha que estão fazendo para si mesmas, existem pessoas que preferem conversar pelo facebook do que ao vivo, e isso é um absurdo, pessoas que conversam muito mais pela internet do que no mundo real, a sociedade está se distanciando e perdendo o toque, a sensibilidade, as emocões são demonstradas por emoticons e quantidade de “pontos”, tudo é friamente calculado para se dar a entender em vez de cortar o mediador, até os telefones e celulares são praticamente obsoletos hoje em dia, muitas pessoas não usam mais nada de comunicação verbal, apenas texto, e quem o usa é mal visto, quem liga em casa antes do celular é mal visto, quem liga para celular em vez de mandar mensagem é mal visto, a sociedade se volta para o não verbo, ela quer se esconder, pois com auto-impostas camadas de realidades que nos separam entre si, nossa imaginação cobre as lacunas e tudo parece mais atrativo.

É um absurdo indivulgável que parece nos sugar pouco a pouco, fazendo-se desperceber entre a maioria.

Advertisement

Ser solitário é extremamente ruim para a saúde. Se você é solitário, você tem mais chance de ter cuidados geriátricos numa idade menos avançada do que uma pessoa que não é solitária. Você fará menos exercícios e terá mais chance de ser Obeso. Você terá menos chances de sobreviver a uma cirurgia, e mais probabilidade de ter desequilibrio hormonoal. Você terá maiores riscos de Inflamação, e sua memória pode ficar pior. Você terá mais chances de ficar depressivo, ter mal sono, e sofrer de demência e algumas falhas no sistema cognitivo.

E muito irão perguntar então, as mídias sociais como o Facebook irão separar ou juntar as pessoas? Responde dizendo que devemos esperar o boom, as pessoas irão se reeducar e ver qual é a verdadeira função do facebook na sociedade, sendo elas a controlar ele, e não o oposto como vem acontecendo, pessoas postando e ficando estáticas na frente de suas telas esperando alguém “Curtir” ou comentar, isso é triste, somos ligeiramente mais inteligentes que isso.

Devemos achar ainda a maneira certa de usar as mídias sociais, de forma equilibrada e que nos ajude em vez de apenas construir véus para camuflar quem somos verdadeiramente.

Agradeço a Maísa intelisano pela dica de um texto muito bom.

____________________________________________________________________________________________________________

Advertisement

DestruidorDeDogmas.com.br. Desmistificar, esclarecer, explicar, pesquisar, criticar, inovar, solucionar e poetizar. © 2014.

Continue Reading
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Copyright © 2023 The São Paulo Times