Connect with us

Banco Mundial aumenta em 100 milhões de dólares doação para fundo de assistência contra ebola

Published

on

O financiamento extra será destinado a acelerar o envio de profissionais de saúde a Guiné, Libéria e Serra Leoa, os três países mais atingidos pelo surto.

Foto: OMS/Chris Black

Foto: OMS/Chris Black

Banco Mundial anunciou, nesta quinta-feira (30) que vai dar 100 milhões de dólares a mais para os fundos de  assistência à luta contra a epidemia de ebola na África Ocidental. A iniciativa faz parte da resposta à crise do ebola das Nações Unidas.

O financiamento extra será destinado a acelerar o envio de profissionais de saúde a Guiné, Libéria e Serra Leoa, os três países mais atingidos pelo surto. A ONU estima que ainda sejam necessários cerca de 5 mil funcionários para apoio, treinamento e atendimento médico nas três nações para os próximos meses, embora a reação global à doença tenha crescido significativamente nas últimas semanas.

A medida do Banco Mundial vai contribuir para as metas da Missão da ONU de Emergência para o Ebola (UNMEER) e da Organização Mundial da Saúde (OMS), que visam a isolar e tratar 70% dos casos de suspeita de contaminação na África Ocidental, além de enterrar sob condições seguras 70% das vítimas fatais nos próximos 60 dias.

A OMS declarou que o número de casos confirmados, prováveis e suspeitos de ebola já ultrapassou a marca de 13,7 mil pessoas no mundo, dentre os quais 4.922 resultaram em mortes.

Advertisement

Continue Reading
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Copyright © 2023 The São Paulo Times