Connect with us

Campanha nas redes sociais permite à ONU reiniciar assistência para refugiados sírios

Published

on

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

A campanha lançada pelo Programa Mundial de Alimentos da ONU (PMA) nas redes sociais para financiar a compra de alimentos para 1,7 milhões de refugiados sírios ultrapassou a sua meta em menos de uma semana. A agência das Nações Unidas anunciou nesta terça-feira (09) que graças às expressões massivas de apoio do público, setor privador e países doadores, o objetivo de angariar 64 milhões de dólares para atender essa emergência foi alcançado.

A campanha, ‘Um dólar para os refugiados sírios’, que começou na última quarta-feira (03), teve origem depois do anúncio realizado pelo PMA de suspensão, por falta de fundos, de seu programa de distribuição de vales-alimentação eletrônicos para os refugiados sírios que se encontram na Jordânia, Líbano, Turquia, Iraque e Egito. Sem esse benefício, milhares de famílias careceriam de possibilidades de obter alimentos e passariam fome, advertiu o Programa.

As contribuições online, no entanto, chegaram a 80 milhões de dólares, ultrapassando a meta de 64 milhões estabelecida pelo PMA. Com isso, os vales-alimentação voltaram a funcionar normalmente e as famílias já podem comprar alimentos em mercados locais onde se encontram.

O valor adicional das doações pelo PMA dará margem a agência para continuar as operações de financiamento de alimentos para a população refugiada síria até janeiro de 2015.

Fonte: onu.org.br

Advertisement

Continue Reading
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Copyright © 2023 The São Paulo Times