Connect with us

Carência de vitamina A pode levar à cegueira

Published

on

Alimentos como cenoura, mamão e leite ajudam a prevenir doenças ligadas à falta da substância no organismo.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Este mês é comemorado o Dia Mundial da Alimentação. A data foi criada para reforçar a importância das refeições balanceadas e de um estilo de vida mais saudável. A alimentação também é um fator importante para a manutenção da saúde ocular. O oftalmologista Edson Silvério da Silva, do Visão Institutos Oftalmológicos, explica que o consumo de alimentos ricos em vitamina A protege a retina de inflamações e contribui para a lubrificação dos olhos.

“A vitamina A pode ser encontrada principalmente em alimentos de cor amarela, como cenoura, abóbora e mamão e de cor verde intenso como agrião e couve. Alimentos de origem animal, como ovos e leite, também contém esta substância, muito importante para a saúde ocular, pois ajuda a manter a lubrificação do sistema lacrimal”, esclarece.

O especialista alerta que os principais sintomas da deficiência de vitamina A são baixa visão noturna, irritabilidade e ardênciados olhos, também conhecida como xeroftlamia. “O baixo consumo deste tipo de vitamina leva ao ressecamento dos olhos, o que aumenta as chances de infecções e conjuntivites. Além disso, olhos muito ressecados podem desenvolver manchas e outras patologias como úlcera de córnea. Esta última pode levar à degeneração da córnea, e consequentemente à cegueira”, informa.

Dr. Edson Silvério ressalta ainda que os baixos níveis de vitamina A são mais comuns entre idosos, crianças e pessoas que apresentam quadros de desnutrição. “A amamentação é importante para manter os níveis necessários de vitamina A no organismo das crianças nos primeiros anos de vida. Após essa fase, uma alimentação balanceada e rica em frutas, verduras e legumes é a principal forma de prevenir complicações ligadas à carência de vitamina A”, conclui.

Advertisement

Continue Reading
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Copyright © 2023 The São Paulo Times