Cinco dicas para sua loja virtual aparecer nas buscas

Published

on

Muitas pessoas perguntam: “Como eu faço para o meu site aparecer no Google?”. Trata-se de um processo complexo e que envolve inúmeras variáveis. Os especialistas em SEO (Search Engine Optimization), também conhecido no Brasil como Otimização de Sites, MOB e Otimização para Buscas, sabem que trabalhar com otimização de páginas para que elas apareçam no Google requer muita dedicação e trabalho.

A otimização de sites pode ser dividida em duas partes: on e off site. Os fatores on site estão mais relacionados a ferramentas técnicas, que irão facilitar a indexação no Google e demais sites de busca. Já a parte off site analisa como os outros sites se relacionam com a sua loja virtual. Juntando todos estes fatores, os sites de busca determinam uma nota de relevância da página e quais são as palavras-chave relacionadas a ela.

O SEO não possui uma fórmula mágica, já que o ranqueamento de um site depende dos algoritmos dos sites de busca, mas existem algumas práticas que são conhecidas e que geram resultado na hora da pesquisa. Vale lembrar que estas práticas influenciam a busca orgânica, ou seja, aquela onde não se paga pelas palavras-chave. Márcio Eugênio, especialista em e-commerce, dá algumas dicas para o seu comércio eletrônico bombar nos sites de busca.

1 –Pense no Cliente

Este mantra vale para tudo e também para a otimização de sites. Os algoritmos do Google estão trabalhando cada vez mais para o entendimento e compreensão do usuário e não da máquina. Portanto, antes de querer agradar o Google, pense em como ajudar o cliente e, assim, você agrada o buscador também.

2 – Pense em títulos intuitivos para cada página

Um título bem feito não é tudo, mas é grande parte para que o seu cliente clique e entre no seu site. Pense sempre como o cliente e se pergunte “de que forma ele procuraria este produto?”. Tente ser o mais descritivo possível. O mesmo vale para a URL da sua página.

3 – Tenha uma boa estrutura de URLs

Por falar em URL’s, use palavras nas URLs, e não números. Isso é importante para uma melhor indexação no Google, e também na procura do cliente. Além disso, uma URL com pouquíssimos ou nenhum número deixa uma aparência mais amigável ao cliente. Ah, e mais uma vez: não repita URLs! Isso não faz com que o Google e demais buscadores indexem a mais sua loja.

4 – Tenha um site com navegação fácil

Crie uma boa árvore mercadológica do seu site. Pense em categorias, subcategorias e assim por diante. Faça com que a navegação em seu e-commerce seja lógica, tenha um fluxo natural.

5 – Divulgue o seu site de maneira correta

Esta parte é mais demorada e requer bastante dedicação, mas é aí onde a mágica começa. Escreva, fale sobre seu produto, sobre assuntos relacionados ao seu negócio. Procure se tornar referência no nicho em que você atua. Com isso você constrói uma relação de confiança entre sua marca e seu cliente. Ah, e não esqueça também das redes sociais. Saiba onde seu público está e interaja com ele.

Trending

Sair da versão mobile