Connect with us

Cuidado: 1,8 mil ameaças para Mac OS X

Published

on

Foto: opera.com

Foto: opera.com

Especialistas da Kaspersky Lab calcularam as chances de um programa malicioso entrar em um dispositivo Mac OS X. Em Agosto, a probabilidade de encontros não esperados com malware era de 3%. Comparado com os 21% de risco de infecção dos usuários de Windows, a situação com o Mac parece ser muito mais tranquila. Mesmo assim, se passar isso para um número de potenciais incidentes, o problema não parece mais trivial – de acordo com os dados do Kaspersky Security Network, um usuário ativo de Internet pode encontrar um malware entrando em um dispositivo Mac OS X pelo menos 10 vezes em um ano.

Nos primeiros 8 meses de 2014, a Kaspersky Lab encontrou pelo menos 1.000 ataques únicos contra dispositivos Mac. Estes ataques estão agrupados em 25 famílias principais.

– Existem 3% de chances de um computador Mac OS X ser infectado.
– Existem 1.800 amostras de arquivos maliciosos para Mac OS X na conexão da Kaspersky Lab.

Os malware de Mac OS X mais proeminentes na coleção da Kaspersky Lab são o Callme backdoor, que dá a cibercriminosos acesso remoto ao sistema e, como uma função adicional, rouba contatos do proprietário – provavelmente como uma fonte de futuras vítimas. Outro backdoor, Laoshu, é assinado com certificado de confiança do desenvolvedor – aparentemente, os criadores de malware se preparavam para distribuí-lo através da AppStore. A função do Laoshu é fazer imagens de minuto em minuto. Um terceiro espião notável, Ventir, fornece funções de controle remoto sub-reptício e pode logar teclas pressionadas. A coleção também inclui um espião de iPhone, o primeiro codificador de arquivos para Mac OS X e o primeiro malware de roubo de Bitcoin para OS X.

“Nos últimos quarto anos, as ameaças a Mac mudaram significantemente – de casos isolados para epidemias globais causadas pelo worm Flashback, que infectou 700,000 dispositivos Mac no Mundo inteiro em 2011. Isso foi um ponto de inflexão; depois disso vimos centenas de novos programas maliciosos para Mac a cada ano. Além disso, Mac OS X estava no foco das operações de espionagem que foram notícia como The Mask/Careto e Icefog”, afirmou Eugene Kaspersky, presidente e CEO da Kaspersky Lab.

De acordo com os dados da Kaspersky Lab, usuários nos Estados Unidos e na Alemanha enfrentaram de longe mais ataques em 2013-2014 com mais de 66,000 detecções nestes países. Na América Latina, países que enfrentam a maioria dos ataques são Brasil e México, com mais de 8.500 detecções entre eles, seguido por Colômbia, Chile, Equador, Peru, Venezuela e Argentina.

10 dicas simples para aumentar a segurança do seu Mac:

1. Criar uma conta de não administrador para as atividades cotidianas.
2. Use um navegador da web que contém uma sandbox e tem um histórico sólido de correção de problemas de segurança imediata.
3. Desinstale o standalone Flash Player.
4. Desinstale o Java da sua máquina.
5. Execute a “Atualização de Software” e atualize a máquina prontamente quando houver atualizações disponíveis.
6. Use um gerenciador de senhas para ajudar a lidar com ataques de phishing.
7. Desativar o IPv6, AirPort e o Bluetooth quando não for necessário.
8. Ativar criptografia completa de disco.
9. Atualize o Adobe Reader para a versão mais recente.
10. Instale uma boa solução de segurança.

Continue Reading

Copyright © 2023 The São Paulo Times