Cuidado com o ataque de hackers durante a Copa do Mundo

Published

on

Sites de grandes organizações, e-mails e redes sociais são os alvos preferidos dos criminosos virtuais.

“Sim, o Brasil pode sofrer ataques durante a Copa do Mundo”, afirma Christian Fredrikson, CEO da F-Secure, multinacional finlandesa do setor de segurança em software e serviços. Segundo o executivo, eventos de grande porte atraem a atenção dos cibercriminosos justamente pelo volume de informações que circula na rede sobre o tema. Além disso, eventos esportivos e que ainda recebem grande quantidade de turistas são alvos ainda mais fáceis por conta do volume de dados que é acessado em um mesmo espaço ou cidade. Fredrikson alerta que cada vez mais os hackers são discretos e procuram não chamar a atenção, por isso fica difícil saber onde eles atacarão.

Segundo o especialista da F-Secure no Brasil, Roni Katz, é importante redobrar a atenção ao usar a internet durante o Mundial, mas as dicas de segurança são válidas sempre. Para as empresas, é importante manter os softwares atualizados. Muitas vezes pensa-se em economizar ao comprar um novo software, mas não fica claro que o gasto com invasões no sistema deverá ser muito maior.

Já entre os usuários de internet, o “phishing” no Facebook é algo que vem ocorrendo com certa frequência, por exemplo, e normalmente essas mensagens tentam obter algo do usuário, tais como a conta bancária ou os dados de cartão de crédito. : “Para aqueles que pretendem ver os jogos da Copa nos estádios e compartilhar o wi-fi, muito cuidado! A internet grátis e livre também pode trazer risco que os seus dados sejam capturados. O melhor nesse caso é instalar no dispositivo uma solução capaz de criptografar os dados que irão trafegar pela Internet”, alerta Katz.

Confira algumas dicas para se prevenir de ataques durante o Mundial:

Advertisement

– Se você receber qualquer mensagem pedindo para colocar dados de cartão de crédito, dobre sua atenção e verifique se este procedimento parte de um site confiável.

– Ficar atento se a mensagem que estará aparecendo contém erros básicos de português; este é mais um fator para ficar alerta.

– Sempre verifique o endereço web que você vai acessar, uma letra diferente no endereço faz uma grande diferença!

– Nunca, jamais, responda uma mensagem de um desconhecido, ou mesmo de um amigo, em que este pede seus dados de cartão de crédito.

– Sites como o http://longurl.org/ servem para expandir endereços curtos da web; desta forma fica mais fácil saber se o endereço em questão é realmente autêntico.

Advertisement

– Geralmente os navegadores (tais como o Internet Explorer, Firefox e Chrome) têm funções nativas que ajudam a prevenir o Phishing; portanto ative-as.

– Mantenha sempre seus softwares atualizados, principalmente após anunciarem a descoberta de alguma falha de segurança.

– Não usar a mesma senha para todos os sites ou senhas óbvias. Existem softwares que geram senhas automáticas para todos os sistemas operacionais (incluindo smartphones).

Advertisement

Trending

Sair da versão mobile