Connect with us

Daltônico

Published

on

ze

Daltônico

O fator decisivo para eu ser redator não foi o talento, nem a cultura vasta, nem tampouco o conhecimento da língua. É que as letras são em preto e branco e eu sou daltônico.

Daltônico, para quem não sabe, é aquele sujeito que confunde as cores. Por exemplo: roxo com lilás, amarelo-ouro com verde-limão, azul-calcinha com vermelho-sangue. Se bem que, dependendo do dia do mês, nem precisa ser daltônico pra confundir essas duas, né?

O daltonismo é um problema genético: ou seja, eu sempre fui daltônico. Por exemplo, eu nunca vi o Hulk verde, eu vejo marrom. Então pra mim, ele sempre foi o Incrível Negão.

Ser daltônico tem suas vantagens. Eu não corro o risco de ser visto por aí todo afeminado, falando sobre as cores fúcsia, escarlate ou azul turquesa. Aliás, daltônico não pode ser gay. Imagine a situação de uma bichinha que acaba de ter uma surpresa incrível:

–       Nossa, tô ocre!!!

Advertisement

Outra grande vantagem é que, na sexta-feira santa, ninguém pode comer carne vermelha. Eu posso.

Mas ser daltônico tem também as suas desvantagens. Para dirigir é horrivel. Não por causa do farol, porque a gente decora: vermelho em cima, amarelo no meio, verde embaixo. O problema é que daltônico nunca vê o desgraçado do marronzinho te multando.

Outro dia eu tinha um compromisso na rua Cardeal Arco-Verde. Fui parar na Barão de Rio Branco.

Um amigo meu me mostrou o som de uma banda e eu ouvi:

–       Pô, legal esse som. Que banda é?

Advertisement

–       Simply Red.

–       E eu jurando que era blues.

Se bem que todo mundo tem um pouco de daltônico. Afinal, eu nunca consegui encontrar ninguém que pudesse me explicar qual é exatamente a cor de burro quando foge.

Mas a grande vantagem de ser daltônico é que eu não posso ser racista. Pra mim não tem ninguém melhor, é todo mundo igual: branco, preto, amarelo, vermelho. Mas se tiver algum racista lendo meu texto, eu queria dar um recadinho pra ele:

–       Você tem orgulho de ser branco? Papel higiênico é branco e eu limpo a bunda com ele.

Advertisement

__________________________________________________________________________________________________________

José Luiz Martins. Humorista, publicitário e roteirista. Sócio da empresa Pé da Letra, de criação e produção de conteúdo. © 2014.

Continue Reading
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Copyright © 2023 The São Paulo Times