Connect with us

Empresas precisam de “estratégia de guerra” para vencer no mundo dos negócios

Published

on

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

Especialista em marketing e administração traz lições de MBA que podem ajudar o empresariado a sobreviver no mercado.

A economia brasileira nunca esteve tão frágil. Segundo relatório de mercado divulgado pelo Banco Central, realizado com mais de 100 instituições financeiras, a previsão para o crescimento econômico do país recuou de 0,52% para 0,48%. Foi a 15ª queda seguida deste balanço. Para 2015, a estimativa para a expansão do PIB permaneceu em 1,1%.

Outro indicador importante para o cálculo do PIB é o consumo das famílias, que, nos últimos cinco anos, cresceu em ritmo mais lento. De acordo com o IBGE, no acumulado de 12 meses, o consumo das famílias atingiu 2,1%. Esse é o pior resultado desde o primeiro trimestre de 2009, quando o avanço foi de 1,3%.

Em meio à fragilidade financeira e ao baixo índice de consumo, o empresariado enfrenta uma batalha diária para sobreviver no atual cenário econômico do Brasil. Para gerir bem os negócios e agir nas oportunidades de mercado, o administrador empresarial precisa ter visão ampla, conhecer o consumidor, ter talento estratégico para vencer perante a concorrência e construir a fidelidade da marca.

Esses são alguns dos ensinamentos do livro Estratégia de Guerra, editado pela Universo dos Livros, escrito pelo empresário Damrong Pinkoon, um dos mais bem-sucedidos no mercado de luxo do continente Asiático. Em seu livro, ele também ensina táticas impressionantes para impulsionar a lucratividade das empresas e analisar estrategicamente cada situação em busca de resultado.

Advertisement

Quatro leis para vencer a guerra:
– Você deve ter os melhores produtos;
– Apresente seu ponto forte para o público alvo;
– Controle o máximo possível seus custos;
– Impressione os clientes com seus produtos e serviços.

Continue Reading
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Copyright © 2023 The São Paulo Times