Connect with us

Flores recicladas ganham um nobre destino em São Paulo

Published

on

garimpando

Flores recicladas ganham um nobre destino em São Paulo

Quem acha que São Paulo é uma cidade cinza, fria e com poucas opções de diversão baratas é porque nunca esteve na cidade ou pior ainda, nunca se dispôs a ver o que ela tem de melhor. Esse é o principal problema dos estereótipos. Mas uma vez superados (ufa!), surge uma cidade rica e instigante.

flor2b

Em cada esquina da Pauliceia existe um recanto a ser explorado e admirado. Pode ser uma loja diferente, um movimento artístico novo, um museu com uma coleção peculiar, ou mesmo um projeto voluntário encantador. Por que não?

Esse projeto, que eu tive o privilégio de conhecer no último domingo, é uma das coisas mais lindas que já encontrei na Pauliceia. Criado em 2010 pela florista Helena Lunardelli, o Projeto Flor Gentil, como o próprio nome sugere, consiste num ato simples, mas muito gentil.

A ideia é proporcionar um novo e nobre destino às flores que decoram casamentos, formaturas e aniversários e que, quase sempre, acabam no lixo. De que forma? Uma vez doadas ao projeto, elas passam pelas mãos da equipe de voluntários e se transformam em pequenos arranjos que serão levados até aqueles que mais precisam de amor, carinho e atenção: moradores de asilos e casas de repouso.

O trabalho é semanal e realizado por vários voluntários em um galpão na Vila Madalena. Não, não é preciso ser nenhum especialista em flores para ajudar. Basta aparecer lá com vontade que os voluntários mais antigos se encarregam de ensinar a desfazer os arranjos doados, a selecionar as melhores flores e a montar os pequenos arranjos que serão entregues.

Advertisement

A minha ideia no último domingo era conhecer o espaço e acompanhar de perto o trabalho dos voluntários. Mas em pouquíssimo tempo, já estava completamente envolvida, de avental e tesoura (para a poda) na mão. Além dos arranjinhos que seriam entregues posteriormente, recebemos a missão de montar 28 buquês até às 11h para um casamento muito especial: o da Cleonice (61) e do Samuel (76). É ou não é lindo esse projeto?

COMO AJUDAR?

É possível ajudar de duas formas: doando as flores do seu evento ou como voluntária na montagem e entrega dos arranjos. Na primeira opção, basta entrar em contato com o Flor gentil para agendar a retirada das suas flores e a entrega no galpão. Já como voluntário, é preciso aparecer no dia e hora marcados para a confecção e entrega. Oficialmente, o projeto funciona de domingo a quarta, mas como depende da quantidade e do estado das flores doadas, muitas vezes o horário varia. Por isso, o ideal é enviar um e-mail pra lá e pedir para ser incluída no mailing onde são divulgadas as datas e horários de funcionamento.

Flor Gentil: Rua Raul Adalberto de Campos, 101 – Vila Madalena. Tel: (11) 3031-5861 | E-mail: contato@florgentil.com.br | www.florgentil.com.br

_____________________________________________________________________________________________________________

Advertisement

Clarissa Sá é carioca. Chegou em São Paulo em 2012 para trampar e acabou por tomar gosto pelas preciosidades que passou a garimpar na Pauliceia. © 2014. Para conhecer suas outras garimpadas, acesse: http://garimpandonapauliceia.wordpress.com

Continue Reading
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Copyright © 2023 The São Paulo Times