Connect with us

Idade Média, Walt Disney e os testes de laboratório com animais.

Published

on

Os testes de laboratório em animais é uma discussão de longa data. Todos tem os seus pros e contras. Se o Brasil simplesmente proibisse, o país ficaria dependente da ciência externa. Hoje o Brasil tem avançado em vários ramos da ciência como é o caso da célula tronco. Lotes de vacinas para sairem com seguranças são testados em animais antes de chegar ao seu destino final. A Lei Arouca é quem regulamenta as experiências e testes com cobaias e fiscaliza para esses animais serem criados em condições de zelo e cuidado, em ambientes totalmente controlados. Quem não segue pode responder por crime de maus tratos previsto na Lei Ambiental.

cao

Muitos testes em animais evoluem a ciência para a cura de diversas doenças, mas também já mataram várias pessoas como a vacina contra o polio. A primeira vacina funcionou bem em animais mas matou as pessoas que receberam a aplicação, Segundo cientistas esse fato atrasou em mais de 10 anos a descoberta da vacina. Outras drogas como a Talidomida e DES depois de serem testadas em animais e estarem no Mercado, dezenas de milhares de pessoas acabaram sofrendo com o resultado. Há quem diga que testes em animais já não são mais necessários. Testes de triagem – in vitro – diminuem muito a necessidade de cobaias além de não fazer os bicinhos sofrerem. Alguns casos em vez de pesquisadores usarem cem  conseguem utilizar apenas 10. Na Europa por exemplo alguns países abandoram os testes em animais com fins didáticos e utilizam metodos alternativos. Existem vários pontos positivos quanto negativos para ambos os lados. Estudando a cultura das pessoas, O costume de manter bichos de estimação em casa vem desde os séculos XVll e XVlll, antes disso era artigo de luxo. Os animais eram muito valiosos na idade media e o tratamento dado a eles era diferente. Pois serviam como alimento ou moeda de troca. No início do século passado, Walt Disney ao criar personagens animais com características humanas fez as pessoas a sentirem amor incondicional pelos bichos fazendo elas criarem um certo carinho como se fosse parte da família, que antes não existia. Esse amor não necessariamente se estendeu para todos os animais, o boi por exemplo, algumas indústrias alimenticias os expoem a condições não naturais em que o engordam em 3 meses após o nascimento para o abate. As pessoas não podem ver cães, o pet mais popular no Brasil, que elas se sentem inconformadas, mas até onde essas pessoas que defendem os testes, comem carne bovina e usam maquiagem no dia dia sem antes pesquisar a sua procedência se consideram certas? E você? O que acha disso tudo? Até onde vai a ética das pessoas em relação ao tratamento com os animais?

Advertisement

Continue Reading
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Copyright © 2023 The São Paulo Times