Lagartixas inspiram a criação de um novo adesivo

Published

on

A lagartixa só precisa de um único dedo preso na parede para apoiar todo seu peso corpora. Estes mini-lagartos possuem pelos microscópicos em seus pés que dão força para eles desafiarem a gravidade em todos os tipos de superfícies: liso ou áspero, seco ou molhado, limpo ou sujo. É por isso, que a lagartixa virou a musa inspiradora para a próxima geração de adesivos e essa tecnologia pode estar em breve numa loja perto de você.

A nova fita, desenvolvida por uma equipe de engenheiros da Universidade de Carnegie Mellon, é super forte, barata e pode ser limpa de várias formas, acabando com a partículas de sujeira que limitam a capacidade de reutilização dos adesivos convencionais, como os Post -it.

A nova fita gruda tão bem como as lagartixas, diz Metin Sitti, líder da equipe que desenvolveu o produto. Apenas uma polegada quadrada da fita cor de champanhe pode suportar 20 quilos. O segredo da sua força e capacidade de auto-limpeza está nos micro-pelos, que são em forma de T, que são semelhantes às extremidades dos pelos reais das lagartixas..

As Lagartixas têm milhões de micro-escala – uma espécie de cerdas ou de cabelo em cada dedo do pé. Na natureza, como os pés da lagartixa se arrastam a cada passo, os cabelos são encarregados de se livrarem das partículas de sujeira.

Esta é uma nanotecnologia que realmente pode fazer parte do futuro do mercado de adesivos. NanoGriptech, empresa desmembrada do laboratório de pesquisa da Sitti, já fabrica a fita elástica. A Sitti espera que com essa tecnologia possa melhorar diversos produtos, como luvas de goleiros de futebol e dispositivos médicos que precisam anexar a pele. “O objetivo é fazer com que a fita de baixo custo seja vendida até em uma loja de ferragens”, conclui.

© 2014, Newsweek

Trending

Sair da versão mobile