Mau posicionamento dentário pode causar desconforto e afetar saúde bucal

Published

on

Foto: Pixabay

O mau posicionamento dentário pode causar um grande desconforto, pois além de inibir o sorriso de algumas pessoas, pode vir acompanhado de dor. Em casos mais graves, o problema pode chegar a impactar na saúde bucal, resultando até em perda de dentes. Além de afetar diretamente a auto estima, é cientificamente comprovado que possuir um sorriso saudável é um diferencial para a progressão profissional, seja para ir em busca de um novo emprego ou até para evoluir na carreira.

Entre os problemas mais comuns, estão o apinhamento (falta de espaço para os dentes), a diastema (espaços entre os dentes frontais) e a má oclusão. Se não tratados corretamente, esses distúrbios podem causar dores nos músculos, ossos e articulações do rosto, assimetria facial, surgimento de doenças periodontais (cáries, gengivite, tártaro etc), problemas na fala, no sono e até na mastigação. “A origem destes problemas pode estar ligada a fatores genéticos, a maus hábitos orais (linguais, mastigatórios e oclusais), à perda de dentes, entre outros, explica Paulo Coelho Andrade, especialista em implantodontia e odontologia estética.

Os tratamentos ortodônticos, se aplicados na infância, trazem, a médio e longo prazo, um ótimo resultado estético e funcional. Entretanto, para além dos tratamentos convencionais, a evolução tecnológica permite a correção quase imediata destes distúrbios, restaurando o sorriso, a saúde bucal e a autoestima dos pacientes. A tecnologia CEREC, técnica de facetamento que promete um sorriso perfeito, pode produzir um dente em cerca de 15 minutos.

Adepto ao procedimento, Paulo conta que as vantagens vão além da economia de tempo e efetividade. “A técnica é uma grande novidade. É menos invasiva e mais rápida que as correções convencionais, proporcionando ótimos resultados estéticos. Além do mais, esta inovadora cerâmica demonstra uma dureza 2,5 a 3 vezes mais elevada se comparada a porcelanas habituais”.

Tanta precisão simplifica tanto o trabalho do profissional quanto a vida do cliente. É o caso da empresária Vanessa Quites que, na intenção de corrigir sua oclusão (mordida torta) e aumentar alguns dentes já desgastados, optou pela tecnologia do CEREC. “A correção é prática, rápida e eficiente. Em pouquíssimo tempo o meu sorriso virou outro. Não percebemos o quanto os dentes influenciam no visual como um todo até que façamos as devidas correções”.

A TECNOLOGIA CEREC

Essa metodologia consiste em um scanner de alta precisão que auxilia na modificação, análise e criação dos dentes para produção de restaurações e/ou implantes. Em apenas três – ligeiros – passos, o procedimento cria uma “capa” – idêntica à dentição natural – que reveste dentes danificados, corrigindo problemas estéticos e funcionais.

Uma grande vantagem do sistema Sirona CEREC – conjunto de máquinas de origem alemã – é que o tratamento pode ser executado, em geral, em uma única sessão. O processo de fresagem dos blocos de cerâmica – que são importados da Alemanha – gira em torno de 15 minutos, somados a mais 15 minutos para acabamento e caracterização da porcelana de acordo com os dentes do paciente.

Trending

Sair da versão mobile