Connect with us

Obras gerais foi o subsetor que teve melhor desempenho no mercado em 2013

Published

on

empreendedorasO subsetor Obras Gerais apresentou o melhor desempenho no número de exemplares vendidos ao mercado em 2013, com aumento de 11,68% com relação a 2012. Foram vendidos 121,67 milhões de exemplares em 2013, ante 108,95 milhões no ano anterior.

Estes dados foram revelados pela pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro, realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da Universidade de São Paulo (FIPE/USP), sob encomenda da Câmara Brasileira do Livro (CBL) e do Sindicato dos Editores de Livros (SNEL), na semana passada, na sede da CBL, em São Paulo.

Este desempenho de vendas ao mercado do subsetor de Obras Gerais ainda é maior, considerando, também, as vendas ao governo. Em 2013, houve um aumento de 112,84%, com 28,187 milhões de exemplares. Em 2012, o subsetor vendeu 13,24 milhões de exemplares. Em seguida, vem o subsetor Religiosos, que elevou as vendas de exemplares ao mercado, no ano de 2013, em 2,18%, com 72,50 milhões de exemplares vendidos. Mas as vendas ao governo caíram 40,96%.

Em terceiro lugar, quando os dados referem-se ao mercado, aparece o subsetor Científicos, Técnicos e Profissionais (CTP) que apresentou queda de 3,14%, na comparação entre 2013 e 2012. Foram 33,68 milhões de exemplares vendidos em 2013 contra 34,77 milhões em 2012. Em compensação, nas vendas ao governo, o subsetor apresentou o maior desempenho, com 154,01% de aumento. Em 2013, o governo comprou 1,72 milhão de exemplares e, em 2012, 0,67 milhão.

O menor desempenho com relação às vendas ao mercado foi do subsetor Didáticos. Houve queda de 3,86% em 2013. Naquele ano, foram vendidos 51,79 milhões de exemplares e, no ano anterior, este número chegou a 53,88 milhões. Mas o subsetor apresentou elevação do número de exemplares vendidos ao governo, em 2103. O percentual foi 12,59% superior a 2012, com 169,04 milhões de exemplares. Em 2012, foram vendidos ao governo 150,14 milhões de exemplares.

Advertisement

Continue Reading
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Copyright © 2023 The São Paulo Times