Orientação vocacional e vivência em empresas ajudam estudantes na escolha da carreira

Published

on

Foto: Reprodução

Muitos alunos que concluem o ensino médio têm dúvidas na hora de decidir qual profissão seguir no futuro. Pesquisa do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) mostra que, de 11 mil jovens consultados, 36% afirmam terem descoberto tardiamente que optaram por um curso com o qual não se identificam. Ou seja, a escolha errada do curso é o maior motivo de descontentamento dos universitários brasileiros.

O Colégio Franciscano Pio XII, instituição localizada no bairro do Morumbi, conta com uma disciplina, para o 2º ano do Ensino Médio, que auxilia o aluno em seu amadurecimento, para que sua escolha profissional seja feita de maneira mais consciente e eficaz. Segundo a professora de “Orientação Profissional e para o Trabalho”, Patricia Heidrich Prado, a metodologia utilizada em sala de aula favorece a autodescoberta e identifica interesses e habilidades dos alunos, tornando o processo prazeroso para o jovem que enfrenta essa decisão. “Facilita o momento da escolha do aluno e na elaboração de seu projeto de carreira, para que ele alcance sua realização pessoal e profissional”, diz.

As aulas abrem espaço para informações referentes ao mercado de trabalho, profissões e empreendedorismo.  Alguns conteúdos trabalhados são o autoconhecimento, as influências e a autonomia nas escolhas, as projeções futuras e o presente, aptidões e gostos, profissões do futuro, criatividade, trabalho em grupo, atitudes empreendedoras, assertividade, entre outros temas ligados ao processo de orientação vocacional. “É importante levar o aluno a reconhecer seu grau de preocupação frente a esse dilema, aliviando angústias com relação à escolha. Auxilia na maturidade psicológica para realizar uma escolha acertada, ajudando os a explorar suas potencialidades” afirma a professora.

O Colégio Mary Ward, instituição localizada no Tatuapé, já testou vários modelos de orientação vocacional. “Hoje, trabalhamos a orientação vocacional desde o 9° ano, iniciando pela fase do descobrimento, um momento de identificação de quem o aluno é, quais são seus sonhos, características, o despertar para as diferentes áreas e habilidades. Depois continuamos ao longo dos anos este trabalho junto com palestras de profissionais e visitas em faculdades. Uma atividade interessante também são as oficinas oferecidas após as palestras, em que os alunos são estimulados a “trabalhar” em uma profissão. Tivemos uma oficina sobre Publicidade que os alunos criaram uma animação, por exemplo”, afirma José Antonio Galiane, Coordenador Pedagógico do 9° ano ao Ensino Médio e Orientador Vocacional do Colégio Mary Ward. O Colégio integra a família dos alunos nesta tarefa e promove palestras com os próprios pais dos estudantes. “Além disso, abrimos espaço para os alunos consegam esclarecer dúvidas e conhecer as características de cada faculdade com os professores para tirar a pressão social da escolha da profissão e universidade”.

No projeto “Conversa com profissionais”, os alunos do Ensino Médio do Colégio Humboldt, instituição bilíngüe e multicultural (português-alemão), participaram no primeiro semestre de palestras sobre a formação universitária, as competências pro­fissionais necessárias e as ofertas de trabalho com profissionais que atuam em diversas áreas do mercado de trabalho.
Neste semestre, eles terão a oportunidade de assumir um posto no mercado de trabalho, para muitos deles, o primeiro. No “Projeto Trabalho”, que já existe há 17 anos, os alunos poderão vivenciar durante uma semana o cotidiano de empresas para que conheçam a estrutura organizacional e hierárquica, os diversos departamentos, os processos de trabalho e a cultura organizacional, no próprio ambiente profissional. O projeto acontecerá em setembro deste ano e, em anos anteriores, já contou com a participação de grandes empresas, como HDI Seguros, Bayer S. A., Clínica Santa Isabella, Communica Brasil, Top Level Viagens e Turismo, Morumby Hotéis, Notas e Notícias Editora, Boyden do Brasil, Henkel, Editora Confiança, Emirates e Samtronic.

Advertisement

Trending

Sair da versão mobile