Os Estados Unidos é o país que mais paga por serviços de comunicação como a internet e telefone

Published

on

Foto: Reprodução

A quantia gasta pelos americanos em serviços de telefone, televisão e internet por ano podem chegar facilmente aos milhares de dólares. Se soa muito, é porque é. Em outras partes do mundo, os serviços de comunicação são muito mais baratos. Uma família inglesa, por exemplo, gasta sensivelmente um terço do que uma família americana gasta para usar serviços de comunicação equivalentes.

A Ofcom, reguladora de comunicações no Reino Unido, comparou o custo dos serviços fornecidos aos britânicos com os de outras grandes nações. Os resultados foram claros. Num dos exemplos, a reguladora avaliou agregados familiares em seis países: EUA, Reino Unido, Alemanha, França, Itália e Espanha. Estes agregados familiares consistiam em dois adultos e dois filhos adolescentes, cada um com o seu smartphone, mas com diferentes padrões de uso. Os adultos utilizam normalmente mais chamadas de voz, enquanto os adolescentes consomem mais SMS e dados de internet. Além disso, as famílias tinham ainda linhas telefônicas em casa, internet e serviços pagos de TV a cabo.

O estudo revelou que a França oferece o custo total mais baixo, cerca de 127,97 dólares por mês para o agregado familiar. Os serviços avaliados eram uma combinação de telefone fixo, banda larga, serviços de telefonia móvel de voz e mensagens, internet móvel e televisão. O Reino Unido ficou em segundo lugar, com um preço por mês de 132.92 dólares. Já os EUA ficaram em último, com uma conta por mês de 360.56 dólares. Itália, Alemanha e Espanha eram todos mais baratos que os EUA. A Ofcom avaliou ainda outras situações, desde agregados familiares com pouca utilização de serviços, e em todas as avaliações da reguladora, os EUA tinham os preços mais elevados, ou os segundos mais elevados.

Parte da explicação para esta diferença está no fato de o Reino Unido ter os serviços de telefonia móvel e banda-larga mais baratos entre os países, enquanto que os EUA têm os mais caros. As únicas áreas em que os EUA oferecem preços melhores é nos serviços pagos de TV, onde estão em 3º lugar entre os seis países, e nos serviços de telefone fixo, onde ocupam igualmente a 3ª posição.

A maioria dos consumidores do Reino Unido compram os seus serviços de comunicação em pacotes. Um único operador fornece um pacote com serviços de televisão, internet, telefone fixo e telefone móvel. Nos EUA, estes serviços são frequentemente vendidos separados. As politicas reguladoras também diferem. Por exemplo, no Reino Unido, as entidades reguladoras exigem informação clara sobre os preços. Nos EUA, os preços apresentados tendem a ser confusos, e comparações entre operadoras concorrentes tornam-se difíceis. As entidades reguladoras do Reino Unido procuram também assegurar a liberdade dos consumidores para mudarem de operadora caso consigam melhores negócios, enquanto que os consumidores americanos podem estar presos a contratos multianuais. Não importa quais são as razões, mas no que diz respeito ao custo dos serviços de comunicação, o Reino Unido parece enviar uma mensagem aos EUA, e claro, por um custo bem mais baixo.

Advertisement

(c) 2014, Newsweek, Inc. All rights reserved.

Trending

Sair da versão mobile