Connect with us

Poesias para sexta-feira

Published

on

poetica

Agora o The São Paulo Times conta com uma coluna dedicada à poesias chamada “Poética Urbana”.
Ela será publicada toda sexta-feira. Para colaborar envie sua poesia para poesias@saopaulotimes.com.br.

Coração em peixe
(Marcelo Leandro Ribeiro)

O peixe
quando acorda
olha ao lado,
fino retrato
de seu mundo à parte
numa cabine
chamada aquário

Pra quem nasceu entre mares
quatro esquinas lhe fazem as
honras, é de vidro sua morada
com falsas pedras e bolhas

Advertisement

Até mesmo a namorada,
Uma sereia, é mais falsa que
o pinguim estacionado
por dois anos em cima da frígida
geladeira,

pinguim e a sereia
de cerâmica não se mexem,
mas os ama
pois é o que pode observar,
quando derrama
os olhos
para fora do seu habitáculo

E seu coração em peixe se proclama
único morador do seu mirrado lar

—-

Como que onda
(Marcelo Leandro Ribeiro)

Advertisement

como que onda
que nada teme,
apenas surpreende
tu me olhas,
como maré, entre areia
e tua força, me faz mais teu
que a água nua
em que meu sorriso
desintegrado flutua

—-

Pedra empecilho
(Marcelo Leandro Ribeiro)

Assume-se a pedra empecilho
quer-se a frente de quem, por caminho
deseje passar, assume-se a pedra delírio
se curando do amor o fascínio
que nas ondas se faz arrebentar

Pedra que por cima
das águas me atiro
repousando no fundo do mar
e feito pérola me abrigo
antes numa ostra,
mais tarde em teu colar

Advertisement

—-

Nuvem que absorve
(Marcelo Leandro Ribeiro)

Pousou os seios sobre o parapeito
respirou e desmanchou-se ilesa
entre a nuvem que a absorve e o
Sol que a deseja nua como vento

—-

Luz que te deseja
(Marcelo Leandro Ribeiro)

Advertisement

Mergulho em teu olhar como estrela
quando nasce ao universo, mergulho
e sou parte da luz que te deseja

—-

Terra em fogo
(Marcelo Leandro Ribeiro)

A terra no centro é lava
quente como nada que
se conheça,
magma rubro
rocha
derretida que se espalha

A terra no centro acaba
em fogo
como coração apaixonado

Advertisement

Marcelo Leandro Ribeiro, especialista em engenharia de segurança e biossegurança. Escreveu mais de vinte livros sobre assuntos ligados à sua área de conhecimento, além de livros de poesias, infantis e romances.

__________________________________________________________________________________________________________
Poética Urbana. © 2014.

Advertisement

Continue Reading
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Copyright © 2023 The São Paulo Times