Poesias para sexta-feira

Published

on

Agora o The São Paulo Times conta com uma coluna dedicada à poesias chamada “Poética Urbana”.
Ela será publicada toda sexta-feira. Para colaborar envie sua poesia para poesias@saopaulotimes.com.br.

***********
(Lazara Papandrea)

esse filete de flor
em seu sangue
será sempre desamparo
é o tempo desmanchando
o que nos foi tão caro!

—-

Advertisement

***********
(Lazara Papandrea)

atesto que gloxínias
me ardem um veludo
azul de morte
e você, fica sendo
depois de tudo,
essa veia sem corte
por onde jorra
o sangue negro
de minha glote.
fico com as flores.
se posso a sorte
ainda não sei.

—-

***********
(Lazara Papandrea)

um desligar
de não ir
e de não chegar
de não ser lugar

Advertisement

de não se ligar
na sobra
da sombra na lua

de não ser da sina
de quem amua
o sino.

—-

Evolução:
(Lazara Papandrea)

vento que quer
ventar
não inventa dança
circular

Advertisement

venta em espiral
espirala
ao bailar!

—-

***********
(Lazara Papandrea)

bebo do azul do seu rosto
e nos tornamos, com gosto,
um do outro
não fosse o fosso na língua
dos homens
seríamos plenitude

—-

Advertisement

***********
(Lazara Papandrea)

a folha é verde porque é
o dia é azul porque é.
café me agrada porque é.
cabelo na limonada porque é.
roupa lavada porque é.
bicho de pé porque é.
macarronada porque é.
chata porque é.
assim porque é.
metafísica não me experimente hoje!

Lazara Papandrea é natural de Pouso Alegre MG, e reside em Juiz de Fora. Formada em História, pós graduada em Teoria Literária pela UFJF, (Universidade Federal de Juiz de Fora), coordenadora do Grupo Café com Poesia e Arte com reuniões regulares no Museu de Arte Murilo Mendes. Escreve regularmente no blog vestesdepalavras.blogspot.com , coautora do livro “Exercício de Olhar”editado pela FUNALFA em 2011. e deve lançar em breve “Tudo é Beija-Flor” poesia e prosa.

__________________________________________________________________________________________________________
Poética Urbana. © 2014.

Advertisement

Trending

Sair da versão mobile