Connect with us

Procrastinação gourmet

Published

on

Miguel_2

Procrastinação gourmet

Desde que a banda larga invadiu nossos lares e escritórios, o ato de procrastinar – adiar alguma coisa que tu deveria ter feito – se tornou mais do que um hábito, quase um esporte nacional. Internacional, na verdade. A internet é um convite permanente à procrastinação. Em várias modalidades.

Há quem comece assistindo um clipe no youtube – Led Zeppelin, por exemplo – e seguindo as sugestões da barra ao lado, se veja ao meio-dia ouvindo Milli Vanilli. Ou lutando contra o algoritmo do facebook e tentando acompanhar o que fazem todos os seus amigos, com todos os gatinhos fofinhos, gifs animados e fotos de comida.

Fofocas de celebridades, podcast nerd, palestras do TED e páginas de humor são para os iniciantes. É possível procrastinar elegância e até com alguma efetividade criativa para o seu trabalho. Procrastinação gourmet. Procrastinação com sofisticação.

Por exemplo, o Elevate é um aplicativo para celulares que todos os dias te envia uns três joguinhos mentais para treinar o cérebro. Como está em inglês e alguns dos jogos são de interpretação e elaboração textual, de quebra, ainda podes praticar o idioma anglo-saxão.

Advertisement

Na mesma idéia, só que exclusivo para a web, é o Unstuck (https://www.unstuck.com/), feito para ajudar a “desbloquear” a mente, quando as ideias não estão fluindo. Depois de um diagnóstico, nem muito rápido – o que é importante para o procrastinador – nem tão demorado, ele te sugere algumas casos, frases e sugestões para furar o bloqueio.

Outra excelente forma de procrastinar com estilo é lendo. Nada de 140 caracteres. Vá ler mesmo. No Medium (http://medium.com/), lá no alto da página, há inclusive uma estimativa de quanto tempo tu vai levar lendo aquele texto. Os textos brasileiros estão ficando mais abundantes e vão da ciência ao nada. Em inglês, então, a coisa é farta e pode ocupar todo o seu dia.

Se o seu negócio é perder tempo ouvindo música, tente o Nostalgia Machine (http://thenostalgiamachine.com/). Digite o ano do seu nascimento e escute o que era sucesso quando você nasceu. Quando esgotar a playlist, tente com os anos da adolescência, depois compare tudo com a lista do ano passado e fique com aquela sensação de que não produziram nada útil musicalmente nos últimos cinco anos.

Há vida mais interessante que fotos de comida nas redes sociais. Tente aprender alguma coisa que certamente não vai dar certo no pinterest (http://www.pinterest.com/) ou apenas flane pelo portfólio de milhares de designs. Convém ignorar as milhares de versões de “princesas da Disney” e de posters de filmes em versões minimalistas. Por outro lado, tu provavelmente vai achar boas sugestões para uma tatuagem.

Para os usuários do twitter, uma forma de passar todo o dia nesta rede é ficar checando o que as pessoas que você segue ou teus seguidores favoritaram ou ainda quem eles seguem. Certamente, tu vai encontrar alguém que valha a pena acompanhar. Mas uma forma elegante de passar o tempo ali é seguir as contas dos astronautas da Estação Espacial Internacional, cheio de fotos do planeta, do espaço e em alguns em gifs animados, enquanto tu reflete sobre a imensidão do universo e nosso lugar neste grande plano cósmico.

Advertisement

Se o caso é só perder tempo e enrolar no trabalho, sem nenhuma utilidade futura, sempre há a técnica desenvolvida pelo cineasta Jorge Furtado: digite o Hino Nacional, ou qualquer coisa, no Google translator, vá traduzindo de um idioma ao outro e quando cansar, traduza novamente para o português, só para comparar as versões.

Agora se teu negócio é trabalho e a procrastinação é um problema, vale ler sobre a técnica Pomodoro de como organizar o tempo de trabalho e de descanso (http://pomodorotechnique.com/) e depois baixar um dos muitos aplicativos para navegadores web ou celular que te ajudem a controlar o tempo. Combine com um bom programa de lista de tarefas como o Remember The Milk (https://www.rememberthemilk.com) e um lugar para anotar todas as idéias, inclusive em áudio, como o clássico Evernote (https://evernotecom/). Se nada disso der certo, ao menos tu terá material suficiente para um artigo sobre como procrastinar com elegância e sofisticação.

__________________________________________________________________________________________________________
Miguel Stédile é zagueiro, gremista, historiador e dublê de jornalista. © 2014.

Advertisement

Continue Reading
Advertisement
Advertisement
Advertisement

Copyright © 2023 The São Paulo Times