Connect with us

geral

Rotatividade de colaboradores pode custar 400% do salário anual de um profissional: especialista explica como evitar isso?

Published

on

O turnover, ou rotatividade de funcionários, é um desafio enfrentado por muitas empresas. A saída de colaboradores pode gerar impactos negativos, tanto financeiros quanto operacionais, e é um indicador de que algo não está funcionando bem no ambiente de trabalho. 

Segundo uma pesquisa realizada pela Eva People, startup de Recursos Humanos, o turnover prematuro pode custar de 40% até 400% do salário anual de um profissional. Esses custos estão relacionados a despesas como recrutamento e seleção, treinamento, perda de produtividade, entre outros. Além disso, o turnover também pode afetar a reputação da empresa e a motivação das demais pessoas. Mas, afinal, como evitar esse custo e garantir a retenção de talentos?

De acordo com Hugo Nascimento, CEO e fundador da Eva People, a experiência do colaborador é um fator determinante para a sua permanência na empresa. “A experiência do colaborador engloba todas as interações que ele tem com a organização, desde o processo seletivo até o seu desligamento. É um conjunto de fatores que influenciam a satisfação, o engajamento e o bem-estar do profissional”, explica.

Segundo Nascimento, a experiência do colaborador pode ser dividida em três momentos-chave: atração, integração e desenvolvimento. “Na etapa de atração, é importante que a empresa seja transparente sobre a cultura organizacional, as expectativas e as oportunidades de crescimento. Já na integração, o objetivo é garantir que o funcionário se sinta acolhido e tenha todas as informações e recursos necessários para desempenhar suas funções. Por fim, no desenvolvimento, é fundamental oferecer oportunidades de aprendizado e crescimento profissional”, destaca.

Para evitar o turnover prematuro e garantir a retenção de talentos, Nascimento compartilha algumas dicas:

  1. Cultive uma cultura de transparência: A comunicação transparente é essencial para construir um ambiente de confiança. Mantenha os colaboradores informados sobre as decisões da empresa, os objetivos e os resultados alcançados.
  1. Invista em um processo seletivo eficiente: A seleção de talentos é o primeiro passo para garantir a retenção. Certifique-se de que os candidatos estejam alinhados com os valores e a cultura da empresa, além de possuírem as competências necessárias para o cargo.
  1. Proporcione uma boa experiência de integração: O onboarding é uma etapa crucial para a adaptação do colaborador à empresa. Crie um programa estruturado, que inclua apresentação da equipe, treinamentos e acompanhamento nos primeiros dias de trabalho.
  1. Ofereça oportunidades de desenvolvimento: Investir no desenvolvimento dos colaboradores é uma forma de reconhecimento e valorização. Promova treinamentos, workshops e programas de mentoria, que permitam o aprimoramento das habilidades e o crescimento profissional.
  1. Ouça e valorize o feedback: Estabeleça canais de comunicação abertos e incentive os colaboradores a compartilharem suas opiniões e sugestões. Demonstre que o feedback é valorizado e que a empresa está disposta a promover mudanças positivas.

“Uma cultura organizacional sólida, aliada a um ambiente de trabalho saudável e oportunidades de crescimento, contribui para a retenção de talentos e para o sucesso do negócio. As empresas que conseguem engajar e reter seus colaboradores têm uma vantagem competitiva significativa”, defende o CEO da Eva People.

Continue Reading
Advertisement
Advertisement

Copyright © 2023 The São Paulo Times