São Paulo enfrenta mais uma semana de calor e tempo seco

Published

on

Cantareira está com 4,8% de sua capacidade total nesta segunda-feira e não vem chuva nesta semana.

foto: Wikimedia

Calorão não dá trégua a São Paulo e teremos mais uma semana completamente seca em todo o Estado. Estamos diante das temperaturas mais elevadas desde o verão, os termômetros chegaram aos 24ºC nesta madrugada em Congonhas, na zona sul da capital e 22ºC no Mirante de Santana, zona norte. Segundo a Somar Meteorologia, a segunda-feira vai continuar seca e quente, com máxima que chega aos 35ºC na capital.

Hoje teremos mais um dia seco e poluído em São Paulo, com umidade relativa do ar abaixo dos 20%, sendo que o ideal para a saúde humana são índices na casa dos 70%.

Com 34,9ºC, tarde de domingo foi a mais quente desde fevereiro em São Paulo e com umidade do ar similar à de deserto

Ontem, fez a maior temperatura desde fevereiro na capital e a umidade do ar em São Paulo ficou similar à de deserto. Para se ter uma ideia, ontem a umidade chegou aos 13% na capital, o que deixou a cidade em estado de atenção. Vale salientar que índices neste patamar são vistos em deserto, só por curiosidade, no Saara ontem, a umidade chegou aos 11%.

Advertisement

Com esta baixa umidade do ar é importante ingerir bastante água, usar soro fisiológico nas narinas e olhos e evitar exercícios físicos ao ar livre entre às 10h às 16h.

Chuva retorna à São Paulo só em meados da próxima semana

Calorão vai continuar em São Paulo no decorrer dos próximos dias. “Só a partir de 21 de outubro, uma frente fria traz chuvas mais frequentes, muda a direção do vento e provoca diminuição da temperatura máxima”, comenta o meteorologista Celso Oliveira da Somar.

Advertisement

Trending

Sair da versão mobile