Somente 26% dos fundos necessários para combater o ebola foram recebidos

Published

on

Foto: OMS/S. Gborie

O Escritório de Coordenação Humanitária da ONU (OCHA) afirmou, nesta sexta-feira (3), que o financiamento para a resposta internacional ao surto de ebola está atrasado, e apenas 26% dos 988 mil dólares necessários foram recebidos até agora.

Além destes fundos, a ONU solicitou um adicional de 163 milhões dólares para planejar as atividades humanitárias mais urgentes em Guiné, Libéria e Serra Leoa.

Apesar de todos nossos esforços, “o vírus está mais rápido do que a comunidade internacional”, disse a diretora regional do Programa Mundial de Alimentos (PMA), Denise Brown, acrescentando que os esforços coordenados para combater o vírus não tiveram ainda sucesso.

Ela também informou que o PMA está providenciando alimentos, aviões, helicópteros, navios e transportando os trabalhadores de ajuda humanitária, mas o vírus está se espalhando de forma exponencial, e a resposta deve aumentar da mesma maneira.

A agência está construindo dois centros de tratamento em Monróvia (Libéria) que devem ficar prontos até o final de outubro, com 400 leitos no total. Mas, para que eles funcionem, são necessários profissionais e equipes médicas no local.

Advertisement

Fonte: onu.org.br

Trending

Sair da versão mobile