-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-

News & Trends

A velha que varre a calçada

em Cássio Zanatta/News & Trends por

A velha que varre a calçada já não varre mais a calçada. Costumava ficar horas na varredura, diariamente. Há semanas não a vejo. Sofreu um troço? Foi sequestrada por gente que tem alergia ao pó que a vassoura assanha? Mudou para uma clínica de repouso em Jaboticabal? Ou, depois de anos, parou para se perguntar, afinal, para que serve varrer a calçada todo dia?

Continue lendo

Perdemos a paciência

em Monocotidiano/News & Trends por

Perdemos a paciência.

Desaprendemos a esperar.

As respostas estão todas na mão.

Esqueceu o nome daquele ator?

Aquele, que fez aquele filme… Que era o vilão naquela série… Agora a dúvida não duraria mais que alguns segundos antes de algum smartphone trazer a solução do caso.

Continue lendo

Escrevo porque

em Cássio Zanatta/News & Trends por

Escrevo para ver se aprendo. Para poder conversar com você, mesmo que um dia eu não esteja mais. Para expulsar os demônios e para que os cegos sintam alguma vantagem. Escrevo para desalento dos puristas. Para desânimo dos gramáticos eu escrevo. Para os insones. Contra os insetos. Porque o professor mandou e eu me acostumei. Pela eternidade de um dia. Agradar a gregos e desagradar a troianos ou vice-versa.

Para que ao menos uma alma diga que gostou. Para esquecer e fazer esquecer. No caso da goiabada não saciar o suficiente. Para que os incapazes não se sintam sozinhos.

De teimoso, de pirraça, vingança, medo e a inútil esperança de que ela leia e se entregue. Para espanto dos amigos e desconcerto dos familiares. Porque achei mais interessante do que oito horas no escritório. E porque há estrelas demais, pelo menos umas setecentas a mais.

Continue lendo

OPAS e ministros identificam ações para melhorar saúde de migrantes nas Américas

em Brasil/News & Trends/ONU por

Os ministros da Saúde das Américas e o secretariado da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) identificaram na quinta-feira (29) uma série de ações para melhorar a resposta dos sistemas de saúde à migração em massa que está ocorrendo na região.

Em uma reunião convocada na sede da OPAS, em Washington, ações de curto e médio prazo foram discutidas em uma série de tópicos, incluindo vigilância epidemiológica, preparação e prevenção de surtos e garantia de acesso a sistemas e serviços de saúde, entre outros.

A OPAS se comprometeu a elaborar um plano regional que forneça orientação e estabeleça ações para atender às necessidades de saúde dos migrantes, tanto no âmbito nacional como por meio de acordos bilaterais de trabalho conjunto em áreas de fronteira e zonas de transição, bem como por meio de mecanismos e iniciativas sub-regionais. Esse plano será desenvolvido em consulta com os Estados-membros.

Continue lendo

Lá vai Maria

em Cássio Zanatta/News & Trends por

Nenhum pio no elevador. Um breve comentário sem necessidade ecoa na garagem vazia, antes de entrarmos no carro. No caminho, passamos por 18 sinais – a maior parte, abertos. A vida, sempre em frente, não pode, não quer e nem sabe se deter. Atravessamos as ruas ainda sem as pessoas, cruzamos avenidas, mais silenciosas que de costume. Nem o rádio ligamos, vai que toca alguma música que nos faça derreter.

É o último dia de vida escolar de Maria. Hoje, eu a levo pela última vez ao Colégio. Nem seria preciso, já sabe andar sozinha, pegar ônibus, trem, metrô. Já foi a Minas, à Serra da Capivara, Amazônia, Europa, já dormiu em barco no meio do rio, rede em casa de pescador, oca de índio, no meio da floresta (aí contou que pouco dormiu, tamanho o barulho que os bichos e insetos e sabe-se lá que criaturas faziam de noite)… vê se precisa deste pai para se virar.

Continue lendo

ONU encontra mais de 200 valas com restos mortais de vítimas do Estado Islâmico no Iraque

em News & Trends/ONU por

Mais de 200 valas comuns contendo os restos mortais de milhares de vítimas foram descobertas em áreas anteriormente controladas pelo Estado Islâmico no Iraque, de acordo com um relatório das Nações Unidas divulgado na terça-feira (6). O documento mostra as consequências da implacável campanha de terror e violência da organização terrorista e destaca os pedidos das vítimas por verdade e justiça.

A Missão de Assistência das Nações Unidas para o Iraque (UNAMI) e o escritório de direitos humanos da ONU documentaram a existência de 202 valas comuns nas províncias de Ninewa, Kirkuk, Salah al-Din e Anbar, no norte e no oeste do país. Embora seja difícil determinar o número total de pessoas nestas valas, a menor delas, no oeste de Mosul, tinha oito corpos, enquanto a maior está em Khasfa, no sul de Mosul, e pode conter milhares de vítimas.

De acordo com o relatório, as valas podem conter materiais forenses essenciais para auxiliar na identificação das vítimas e construir um entendimento da escala dos crimes que ocorreram.

Continue lendo

Passaredo

em Cássio Zanatta/News & Trends por

Bem-te-vi usa máscara para cortejar no anonimato.

Tucano só voa com aquele bico pesado porque a alma é mais leve que o ar.

As andorinhas são as maiores responsáveis por Francisco ter virado santo.

Continue lendo

Eis o problema

em Cássio Zanatta/News & Trends por

O problema não é ficar sabendo que o mundo é milhares de vezes maior que São José (embora eu tenha minhas dúvidas). É mesmo assim a gente se afligir com algo que ficou sabendo de dia e não dormir de noite.

O enrosco não é entender que caberiam centenas e centenas de Terras no interior do Sol. É que, mesmo diante da nossa insignificância, a gente ainda ter certo pudor em tocar algumas campainhas.

Não é ser informado que, mesmo imenso, o Sol é uma coisica em comparação a outras estrelas gigantes. O grave é que o pessoal insiste em espalhar radares pela cidade como se essa fosse a prioridade do mundo.

Continue lendo

Da hora

em Cássio Zanatta/News & Trends por

Chega uma hora em que não é mais desconcertante rever o grande amor. Mais provável ser atropelado na ciclofaixa. Tempo dos cabelos irem desistindo pelo caminho, das ilusões respirarem por aparelhos e de se munir de toda a paciência que resta quando alguém discute política como se fosse a coisa mais importante.

O tempo de tudo que ainda for possível. Da urgência de experimentar  uma fruta desconhecida. Caminhar por uma cidade onde nunca se esteve. Hora de dar menos autoridade ao despertador. De ficar horas matutando, tentando se lembrar do nome do colega de Ginásio. Quando o dia resolve ter a duração de 19 horas e cada sete anos passam a caber em cinco. Da sesta mais por obrigação que por opção.

Continue lendo

Aparece lá em casa

em Monocotidiano/News & Trends por

Quando abriu o WhatsApp viu a mensagem: “E aí? Vão fazer alguma coisa no sábado? Vamos comer alguma coisa em casa?”

Era a quarta ou quinta vez que eles eram convidados para encontrar com os amigos.

E a quarta ou quinta vez que não dava certo.

Pior que agora o amigo já sabia que ele tinha visto a mensagem por causa do maldito tique azul.

Não tinha como fugir.

O mínimo que uma pessoa bem educada faria era responder.

Tomou coragem e decidiu aceitar o convite.

Continue lendo

Quando se deixa de ser criança

em Cássio Zanatta/News & Trends por

A gente deixa de ser criança quando não acha mais espirro engraçado. Nem homem careca (às vezes até vira um). Quando pensa que é a coisa mais normal do mundo a estátua do Cristo estar lá em cima da montanha e que passear no Bondinho é programa de turista. Deixa-se de ser criança por muito pouco.

A criança desaparece – plim – quando os olhos espiam um gramado e não sentem uma vontade incontrolável de procurar tatu bolinha. Quando passa a classificar hamburguer como comida, e não algo divertidíssimo que, se a gente apertar aqui, sai um molho ali, uma alface acolá, até saciar o desejo de sujar todos os dedos das mãos e o redor da boca num tanto que não há guardanapo que dê jeito.

Continue lendo

Congresso voltado a Síndicos e Administradores

em News & Trends/São Paulo por

Encontro reunirá diversos especialistas do segmento no dia 19 de outubro, em São Paulo, para debater os principais erros registrados em condomínios e como evitá-los

O 3° Congresso de Síndicos e Administradores promoverá discussões que visam, entre outros benefícios, a redução de custos, o aumento da segurança e melhorias nas relações entre síndicos, moradores e funcionários. Nos últimos anos, tem-se registrado um aumento significativo no número de empreendimentos que profissionalizaram o trabalho de sindicância e a expectativa é de que aproximadamente 500 profissionais participem do evento.
Continue lendo

1 2 3 671
Voltar p/ Capa