fbpx
Saturday, August 8, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


2014 apresentou crescimento de microempresas no Brasil

Por Henrique Viera O ano de 2014 foi positivo para as micro e pequenas empresas do país. Segundo informações da…

By Redação , in Brasil Negócios , at 18/03/2015

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Por Henrique Viera

O ano de 2014 foi positivo para as micro e pequenas empresas do país. Segundo informações da Secretaria da Micro e Pequena Empresa e do Sebrae a arrecadação dos tributos desta modalidade de empresa cresceu 7,2% acima da inflação e atingiu a marca de R$ 61,9 bilhões.

Com esse crescimento, a economia do país engrenou e gerou cerca de 526,9 mil postos de trabalho contrapondo a média de demissões que ficaram em torno de 380 mil pessoas. São consideradas micro e pequenas as empresas que possuem um faturamento de até R$ 3,6 milhões anuais.

Para alguns especialistas, o crescimento das micro e pequena está ligado à uma maior formalização do setor que vem crescendo desde 2006 e ao mercado interno brasileiro. No ano passado, os segmentos que mais geraram vagas de emprego entre as micro e pequenas no Brasil foram: serviços (334.942 vagas), comércio (134.302) e construção civil (60.369).

Especialistas no assunto preveem que neste ano as micro e pequenas empresas continuem gerando mais vagas e alta arrecadação de tributos. Porém, o faturamento e a arrecadação de impostos vão depender de como a economia se comportará durante o ano.

Com o crescimento deste ramo, muitas pessoas pensam em abrir seu próprio negócio. Para isso é necessário alguns passos que devem ser seguidos à risca.

Primeiro pesquise o que você gosta e sabe fazer, veja se este segmento está em alta no Brasil e quais são as chances reais do seu negocio “virar”. Feito isto escolha a sede de sua empresa, dê um nome a ela e a registre na Junta Comercial e na Secretaria da Receita Federal do Brasil, assim a empresa contará com um CNPJ. Lembre-se também de confeccionar o contrato social da empresa.

Obtenha também o alvará de funcionamento emitido pela Prefeitura de sua cidade. Se você tiver um negócio em casa não há necessidade do alvará. Caso sua empresa cause danos diretos ao meio ambiente é necessário obter a licença ambiental concedida por órgãos municipais, estaduais ou secretarias de meio ambiente.

Abra uma conta no banco de sua preferência e lembre-se de consultar as taxas de juros e tributos cobrados. A dica para este caso é conversar com o gerente de sua conta.

Após todo o processo jurídico é necessário contratar mão de obra (se necessário) e começar a calcular os gastos mensais. Nesta etapa é importante contar com um gerenciador financeiro que pode ser obtido gratuitamente na internet através de planilhas de controle online. Lembre-se de colocar todos os lucros e despesas, caso precise de ajuda o Sebrae tem ótimas opções para cada negócio.

Lembre-se: pense fora da caixa. Faça do seu negócio algo diferente e inovador, assim as chances de sucesso são bem maiores.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *