fbpx

-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-

A Apple e seus produtos em 2013

em Negócios/Tecnologia e Ciência por

2013 foi um ano excepcional para a Apple. Embora a marca não tenha anunciado novos dispositivos, os upgrades que lançou para sua atual linha foram bem significativos. Outra coisa que chamou bastante atenção, foi a notável queda dos preços de grande parte dos seus produtos. O preço da linha Macbook Air caiu a um nível absolutamente acessível, custando a partir de US$ 999 e o Macbook Pro terminou o ano de 2013 com preços a partir de US$ 1.199. Com base em como a Apple alinhou este ano (sincronizando sua linha Mac com processadores Haswell e colocando retina em todos os dispositivos portáteis), grandes lançamentos devem surgir em 2014, principalmente o iPhone 6. Confira um resumo do que você pode ter perdido em 2013.

iPhone

Em Setembro, vimos o lançamento do iPhone 5S, uma atualização do modelo anterior. Características mostram uma boa melhoria, a começar por um processador mais rápido (ainda com o chip A7, mas em uma versão de 64-bit), uma câmera mais inteligente com lente de 5 elementos e abertura de F2.2 maciço, novo flash capaz de melhorar a correção de cor e ajuste de luz, e uma enxurrada de novos modos de fotos, como o slow motion e a capacidade de ruptura. A mais nova característica foi o sensor de impressão digital e a inclusão do sistema “Touch ID”. Substituindo os recursos de senha, o Touch ID pode ser usado para desbloquear o telefone e autorizar compras de aplicativos via digitalização da camada sub-epidérmica do seu dedo.

Um segundo aparelho também foi anunciado em setembro, o iPhone 5C. O aparelho mais simples não possui todas as atualizações dos 5S, mas internamente, o 5C é similar ao anterior iPhone 5. No entanto, o iPhone 5C tem uma caixa de plástico de casca dura com 5  tipos de cores.

iPad

Assim como em 2012, a Apple lançou uma série atualizada do iPad no final do ano. Em novembro, houve uma atualização do iPad  Mini, e o iPad foi redesenhado chamando agora de iPad Air. O iPad Air, faz parte da quinta geração de iPad’s da Apple. Mantendo o mesmo chip que o iPhone 5, o maior avanço (ou, talvez, o menor), foi deixá-lo mais leve. O painel frontal é menor, e mais fino, e o peso é bem mais leve. Com o design mais leve, o iPad Air pode ser facilmente carregado para qualquer lugar.

Falando de portabilidade, após duas semanas do lançamento do iPad Air, o iPad Mini redesenhado foi lançado. E foi provavelmente o portátil mais atualizado que a Apple anunciou este ano. O iPad Mini ficou bem melhor com seu display de retina, oferecendo uma densidade de 324 pixels de ppi, se comparando com as linhas de iPhone e iPod touch, tornando-se a melhor tela para o seu tamanho. Porém, o aparelho teve um preço inicial mais salgado, saltando de US$ 100 para US$ 399 na versão 16GB.

Macbook

A linha de computadores portáteis da Apple teve atualizações incrementais no quesito vida útil da bateria. O Macbook Pro e Air adotaram o mais recente processador Haswell, melhorando a durabilidade da bateria, que antes era na faixa de oito a nove horas de duração para aproximadamente doze horas de vida útil.

A linha Macbook Pro também atualizou a placa de vídeo para o novo chip Intel Iris, dando um aumento de 90 por cento no desempenho. O computador recebeu uma revisão completa, agora possui uma elegante caixa preta que lembra um subwoofer high end ou uma lata de lixo com design moderno (é claro, depende da visão que você tem da Apple), abrigando o sistema mais poderoso até o momento, o processador Intel Ivy Bridge E Xeon (até 12 núcleos), contendo dois chips gráficos AMD FirePro, seis Thunderbolt de 2 portas (imagine as possíveis configurações de desktop), HDMI, USB 3.0, rede sem fio 802.11ac, e Bluetooth 4.0. A evolução é notável e são capazes de alimentar até três monitores!

Para melhorar a velocidade do computador, o novo design cilíndrico empurra o calor para a câmara central, onde existe um poderoso ventilador vertical. Isto reduz a temperatura e deixa a máquina mais eficiente.

Software

De todas as atualizações em 2013, o IOS 7 foi a grande estrela da Apple. A reformulação teve mais de 200 milhões de aparelhos atualizados em apenas cinco dias de lançamento. No entanto, alguns disseram que a nova versão do sistema operacional portátil está lento em dispositivos mais antigos. Alterações visuais incluem ampliação animada de aplicativos e de encerramento, fundos ativos, e gráficos melhores.

O Mavericks, OSX 10.9, visa melhorar a vida da bateria, incluindo recursos como melhorias ao multi-monitor, exibindo a remoção de características encontradas no Mountain Lion que impediam o poder do processamento. Apps como iBooks e Maps foram incluídos para tornar um ambiente mais transparente entre iOS e OSX. O impulso para integrar o iOS ao ambiente de trabalho foi um passo importante. Redesenhos de aplicativos de longa data, como o calendário e Safari espelham aqueles vistos no iOS 7. Apesar do Mavericks não ter o redesenho total que iOS 7 trouxe para dispositivos móveis, ainda sim é um “must-upgrade”, ainda mais por ser de graça para todos os usuários.

© 2014, IBT Media Inc.

loading...
Tags:

O The São Paulo Times® traz matérias e notícias, além de identificar tendências por meio de uma equipe de jornalistas e colunistas especializados em diversos assuntos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

*

Últimos de Negócios

Voltar p/ Capa