fbpx
Monday, November 23, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


A intensidade no relacionamento

A intensidade no relacionamento Tem gente que ama com tanta intensidade que acaba transformando o amor em ódio. Entrar numa…

By Redação , in Coluna Educação e Comportamento , at 24/07/2014 Tags:

Alex

A intensidade no relacionamento

Tem gente que ama com tanta intensidade que acaba transformando o amor em ódio.

Entrar numa relação e se entregar de corpo e alma é bom, mas só viver a vida do outro pode transformar você num prisioneiro, e se um dia você se libertar, não vai encontrar ninguém esperando pela sua companhia do lado de fora do relacionamento.

Ser intenso faz com que a relação tenha altos e baixos, e essas constantes mudanças fazem com que o casal não encontre o ponto mais importante para um relacionamento dar certo: o equilíbrio.

Quando escuto alguém dizer que ama loucamente, eu me preocupo, pois a loucura tende mais a atrapalhar do que ajudar e é bem complicado viver alucinado por alguém.

A intensidade no relacionamento pode fazer com que o casal crie dentro de si um sentimento de posse. E quando chega nesse nível, brigas, ciúme sem motivo e falta de respeito chegam de mala e cuia para morar na relação.

Existe uma frase bem conhecida por aí que diz: “amor e ódio andam juntos”. Aplicado na sua vida pessoal pode até funcionar, pois se você odeia algo, acaba correndo atrás para mudar… mas acho que na vida amorosa não ajuda tanto, até porque odiar quem você ama chega a ser paradoxal.

Antes de me crucificar e achar que prefiro um relacionamento morno do que intenso, ou que para um namoro dar certo tem que ser 8 ou 80, leia até o fim.

Entre um relacionamento ser morno ou intenso, prefira o namoro que é quente na cama, mas frio na hora de tomar as decisões certas para o futuro do casal.

E entre um namoro ser 8 ou 80, opte pelo relacionamento que é 100% maduro.

_________________________________________________________________________________________________________
Alexsander Brunello. Editor-chefe do The São Paulo Times. É redator publicitário e atualiza a sua coluna Dicas & Pepitas todas as quintas-feiras. © 2014.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *