fbpx
Tuesday, August 11, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


A primeira lista de final de ano

A primeira lista de final de ano Estamos chegando ao final do ano, e logo começaremos a ver centenas de…

By admin , in Coluna , at 26/11/2014

Paulo

A primeira lista de final de ano

Estamos chegando ao final do ano, e logo começaremos a ver centenas de matérias com listas: melhores do ano, piores do ano, dietas do ano, filmes do ano; e finalmente, a famosa lista das intenções para o próximo ano. Antes de todas elas, sugiro que você faça uma para si mesmo. Uma pequena lista para ajuste de estratégia.
Para chegar na lista, vamos apenas lembrar algo sobre estratégia usando um paralelo que é sinônimo de estratégia: mesmo que você nunca tenha jogado xadrez, você sabe como é o jogo. Sabe que é longo, estratégico e exige foco. No xadrez, o objetivo óbvio é vencer a partida. Isso é o que se deseja quando a partida começa. Conforme o jogo segue, muitas vezes as circunstâncias impostas pela partida se tornam tão difíceis que um empate pode ser visto como um bom resultado.
Embora o objetivo seja vencer e exista uma estratégia em mente para chegar a este resultado; não é fundamental que o cheque-mate seja dado nesta ou naquela casa, que seja exatamente no centésimo movimento, ou que aconteça precisamente aos 90 minutos de partida. Esses são detalhes menores, em face do objetivo maior.
No xadrez, flexibilidade significa adaptar sua estratégia aos movimentos do outro lado, sabendo manter o alinhamento e o foco. Se você mudar totalmente de estratégia cada vez que o movimento não é o esperado, seu jogo fica inconsistente. Se insistir em fazer um movimento sem considerar o que o outro lado fez, sua rigidez vai comprometer sua estratégia, porque naturalmente, o adversário joga para a estratégia dele, e não para a sua.
Então, no xadrez precisamos de uma estratégia, flexibilidade para realizar a estratégia sob condições desconhecidas e foco para manter o alinhamento de todas as ações com a estratégia. Ou seja, a vida pode ser vista como uma longa partida de xadrez.
E é aí que entra uma observação fundamental: no xadrez, as regras e objetivos são definidos antes. Por isso é simples alguém determinar quem atingiu o objetivo numa partida de xadrez.
E no caso da sua vida, qual é o objetivo?
Parece uma pergunta curiosa, mas tente responder de uma forma simples e pessoal; não com uma generalização banal ou uma lista interminável e cheia de detalhes.
O básico da segurança, da integridade física, saúde e alimentação não são objetivos. Estamos falando de algo além disso. E é igualmente importante dizer: cem milhões de dólares, por mais agradáveis que sejam, também não são objetivo. Recursos são outra coisa, eles são, um MEIO para atingir alguns objetivos.
Qual é o SEU objetivo na vida?
Defina isso. Não precisa ser apenas um. Comece sua lista, e comprometa-se a reduzi-la ao que é realmente importante para você. Chegue a definir meia dúzia de objetivos realmente essenciais. Assim que tiver esta lista curta, você estará pronto para começar a comparar. Olhe para a lista e compare com as coisas que você está fazendo com o seu tempo hoje.
Quantas delas estão realmente colaborando para essa meia dúzia de coisas essenciais que VOCÊ definiu como objetivos?

__________________________________________________________________________________________________________
Paulo Roberto Ramos Ferreira é Diretor de Comunicação da ONG internacional New Earth Nation; Conselheiro e Representante do Nikola Tesla Institute em SP e autor do livro O Mensageiro – O Despertar para um Novo Mundo. © 2014.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *