fbpx
Thursday, November 26, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


ALVA anuncia parceria com Luccas Carlos em novo lançamento

A sensibilidade e força de ALVA para trazer à tona assuntos do universo feminino de alto aceitação já são características…

By Redação , in Brasil Mundo São Paulo , at 19/11/2020

A sensibilidade e força de ALVA para trazer à tona assuntos do universo feminino de alto aceitação já são características marcadas do próximo EP da cantora “De Onde eu Vim o Amor Não Acaba”. Depois de levantar a discussão sobre a ditadura social sobre o corpo feminino, a musicista se prepara para um lançamento um pouco diferente, que não deixa de falar da conscientização de si e libertação, desta vez em relações amorosas, e apresenta o primeiro feat do projeto: Luccas Carlos.

“All This Drama” acaba de ser gravada em São Paulo e se une às canções já lançadas “MEU BEM”, um manifesto feminista sobre aceitação do corpo feminino diante de tantas cobranças da sociedade, “Amor que Chora”,  “Como Vai Ser” e “Honestamente”.

O EP completo contará com ainda mais uma música inédita e está previsto para dezembro de 2020 com o single  “All This Drama” em todos os aplicativos de música e no youtube.

Sobre ALVA

Minha história pode parecer um clichê de uma cantora que veio do Gospel, mas eu te garanto que o romance fica muito mais interessante na intensidade de um drama heróico. Nunca foi difícil dizer não para o mercado musical ou fugir de ofertas genéricas que não abriam oportunidade para uma “Fionna Apple” brasileira, como alguns me chamavam.

Nasci musicista numa família sem músicos, tocando piano e cantarolando qualquer melodia que escutasse. Com quatro anos, cantava no coral da igreja e com cinco fazia apresentações solo, aos sete, já compunha minhas próprias canções. Fui bolsista na Berklee College of Music, entre 2007 e 2011, em Boston, nos EUA, quando me formei em trilha para filme e voz. Em 2012, estava num projeto de novos compositores pela Universal Music “Sarau MPB”. Em 2018, depois de ver meu perfeccionismo jogar fora 3 discos prontos, lancei meu primeiro álbum: “Coração Só”, pela Sony Music. 

Durante o processo de levar o disco para os palcos, eu sentia que havia me limitado à minha própria imaginação de mim. Tive um ano de questionamentos, pesquisas e encontros importantes.“De onde eu vim o amor não acaba” é um EP que apresenta uma versão minha mais lúdica, imprevisível e livre, na contramão de idéias padronizadas do mercado e da sociedade. As letras ainda falam de amor, agora envolvendo dimensões, pressão estética da mulher e expansão da consciência. Os símbolos se expandem nas coreografias com gestuais de cura e representações de personalidades femininas da história assim como no Single já lançado “Honestamente”, que tem na sua poesia o nome do EP. As músicas foram produzidas pelos Los Brasileiros, em parceria com Vitão, Day, Carol Biazin, Luccas Carlos e Dmax.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *