fbpx
Tuesday, September 22, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Amar faz bem ao coração e à saúde

Sim, o amor pode transformar as pessoas, deixando-as mais felizes e saudáveis. Para a clínica-geral do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos,…

By Redação , in News & Trends Saúde & Bem-estar , at 07/06/2016

Sim, o amor pode transformar as pessoas, deixando-as mais felizes e saudáveis. Para a clínica-geral do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Ligia Brito, a felicidade promove a liberação de endorfina, substância natural produzida pelo cérebro e associada ao bem-estar do corpo. “Por isso, estar amando e feliz pode ser considerado um ótimo remédio. Entre os benefícios estão diminuição do estresse, ansiedade e depressão”, afirma.

O aumento da produção de endorfina também favorece a imunidade. Ou seja, estar feliz e apaixonado estimula o corpo na produção de mais células de defesa, que ficam ativas e fortalecem o sistema imunológico.

Um simples abraço pode ainda desencadear uma sensação de aconchego e felicidade. Segundo a clínica-geral, hormônios como testosterona e ocitocina (conhecido como ‘da paixão e do amor’) entram em ação ao mesmo tempo em que os neurotransmissores. “É uma orquestra perfeita que faz com que a atração traga prazer aos envolvidos.”

Outra dica da especialista para manter a saúde e o relacionamento da melhor maneira possível é fazer amor sempre que puder. Isso porque a endorfina liberada durante a relação sexual neutraliza o cortisol, hormônio do estresse.

“Durante a relação, o organismo ainda produz grande quantidade de anticorpos no sangue, aumentando a imunidade. Além disso, durante o ato, a endorfina é liberada no organismo e na corrente sanguínea, produzindo uma sensação de euforia e bem-estar”, destaca.

Ou seja, amar e ser amado são o equilíbrio perfeito para a saúde do corpo, da mente e do casal.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *