-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-

Category archive

Incontrolável

Três Pedidos ao Papai Noel

em Incontrolável/News & Trends por

(cartas abertas com uma menina que mora num orfanato neste final de ano)

“Oi. Você é meu Papai Noel. Estou muito feliz em saber que você existe! Você é do bem! Eu sou a Gleyciane e cheguei a pouco tempo no abrigo. Estudo na Escola Raio de Sol. Eu quero muito ganhar uma cesta de chocolates, que arrumasse meu cabelo fazendo uma progressiva e materiais escolares da Monster High para que no ano que vem eu vá para a escola bem bonita e aproveite as férias comendo chocolates. Obrigada!”

Continue lendo

Ô Noel!

em Incontrolável/News & Trends por

A fila do Papai Noel já estava quase acabando quando aquele menino chegou.

O sorriso no rosto, o olhar encantado, a certeza de realizar o sonho de conhecer o bom velhinho.

Continue lendo

Comprou logo dois

em Incontrolável/News & Trends por

Cesar era mesmo bastante jeitoso com as mulheres. Uma coisa meio nata, acredito. Mas a que ele me contou hoje, me fez tirar o chapéu.

– Estou a caminho de Guarulhos, meu amigo! – disse ele logo que atendi sua ligação.

Continue lendo

Fora do Coração (parte 1)

em Incontrolável/News & Trends por

Ela achou que o telefone tinha desligado. Mas não. A tecla vermelha não havia sido pressionada como deveria. Do outro lado, o marido ouviu tudo. Uma traição ao vivo e temperada com comentários maldosos ao traído enquanto se embolava com o personal trainer. O marido foi frio. Ao chegar em casa agiu como se nada soubesse.

Continue lendo

Fora do Coração (parte 2)

em Geral/Incontrolável/News & Trends por

Ela entende as relações da forma mais pragmática possível, já que ganha a vida na profissão mais antiga do mundo. Cansou das casas tradicionais do ramo e resolveu modernizar, entrando no aplicativo de relacionamentos happn para faturar.

Continue lendo

Bonnie

em Incontrolável/News & Trends por

Não é que eu tenha, completamente de graça, sonhado com ela a noite toda. Certamente o impulso veio do seu cheiro impregnado no meu travesseiro que eu nem sei como foi para ali. Daí eu vou até o outro lado do mundo. Visito seu olhar nas Arábias e vou morrer no Japão – preso à teia dos seus espessos cabelos, amarrados em coque por cima da cabeça.

No Domingo, veio a provocação: “sei que casaremos um dia… mas agora não!”

Continue lendo

Saudades à vista

em Incontrolável/News & Trends por

Eu queria que elas fossem parceladas. Mas já chegaram assim. De cara. À vista mesmo. Só existe na nossa língua esse negócio de “saudades”. Outros pelo mundo sentem falta ou estranhamento. Agora saudade mesmo é coisa bem brasileira. Agora quer saber o pior? Ela ainda nem foi embora. Como fiquei? Cheio de saudades.

Continue lendo

Liberdade em perspectiva

em Incontrolável/News & Trends por

“Pessoas comuns podem concordar ou não sobre a utilidade social de penas pesadas frente à distribuição de substâncias controladas, ou até mesmo sobre a criminalização da venda e utilização das mesmas. É bem possível que, em algum ponto no futuro nós iremos nos arrepender destas políticas como erros trágicos e iremos adotar medidas menos punitivas e mais efetivas para reduzir a incidência e custo (de medidas contra) o uso de drogas.”

Continue lendo

Dia de Sorte

em Incontrolável por

Depois de encalços incertos. Depois de buscas conscientes. Todas estas jornadas profundas mergulhada na loucura vazia de estar só.

Dentro do peito, a esperança era luz desgastada, precária e amarela. Quase morta. Incrédula.

Continue lendo

Humano em descoberta

em Incontrolável por

Ele era cego apesar de ter uma visão perfeita. Via, mas não enxergava.

Tomou vergonha na cara e resolveu providenciar umas lentes de contato para poder enxergar as folhas e não somente as árvores. Encaixou-as nos olhos e parou à beira da janela para admirar o baile diante da música cantada pelo vento que embalava a jabuticabeira lá fora. Distraiu-se. Chegou atrasado no trabalho. Mas no final do dia, era #gratidao por ter conseguido finalmente, enxergar.

Continue lendo

Construção pela Arte (a continuação)

em Incontrolável/News & Trends por

Aquele meu amigo que estava fazendo o curso de dramaturgia veio me falar essa final de semana que a luz é gigante para aqueles que se permitem “escutar e repetir” para então poderem “sentir” e a partir daí terem a “liberdade” como recompensa. Foram ensinamentos profundamente “compartilháveis” a qualquer ser humano que queira se relacionar melhor. Ele disse que foram lições para a vida.

Logo no meio da sala colado no armário, uma citação do ator norte-americano Sanford Meisner, que desenvolveu o método inovador que foi ensinado durante as aulas: “Não é ser interessante, é ser interessado.”

A lógica que os atores sintetizam como “repetir”, está mais relacionada com “reagir, agir e estar atento”. Isso vai afinando nossa percepção em entender a melhor maneira de lidar com os outros.

Continue lendo

Voltar p/ Capa