fbpx
Friday, September 25, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Coaching para relacionamentos destrutivos. Especial Mulheres!

Não precisamos ir muito longe para saber de alguma historia sobre alguém que viveu um relacionamento doente que só o…

By Redação , in News & Trends Saúde & Bem-estar , at 11/04/2016

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Não precisamos ir muito longe para saber de alguma historia sobre alguém que viveu um relacionamento doente que só o levou a limites quase irreversíveis.

Partindo da premissa, que só se pode amar alguém, a partir do momento que uma pessoa tem total consciência, que ela mesma é a sua pessoa mais importante.

Todos os dias relacionamentos destrutivos entram na vida das pessoas.

Principalmente das mulheres, elas se deixam levar por uma carência excessiva que permite que aceitem qualquer tipo de sentimento ou tratamento, simplesmente para não se sentirem sozinhas.

Como identificar um relacionamento não saudável

  • 1. Humor e bem-estar

. Avalie como se sente a maior parte do tempo em que está com a pessoa. Em um relacionamento saudável, as pessoas se sentem bem ao estarem umas com as outras, ainda que existam momentos de conflitos e até mesmo brigas, a maior parte do tempo o casal se diverte junto.

  • 2. Autoestima e segurança

Qual a influência que essa pessoa tem sobre sua opinião com relação a si mesma? Esse é um ponto bastante importante. Quando estamos com pessoas que nos fazem bem, elas nos inspiram a ter mais confiança em nós mesmos, inspiram-nos a nos tornarmos melhores a cada dia. Se o seu companheiro lhe faz sentir-se inútil, feia, desmotivada ou incapaz de realizar coisas, é possível que algo esteja errado. Esse será o momento de você reavaliar. Converse com a pessoa e exponha seus sentimentos, veja como ela reage, e a partir dessa reação, decida se esse relacionamento deve continuar.

  • 3. Altruísmo e respeito

Como está sua independência? Essa é uma questão que contribui muito para a manutenção de relacionamentos destrutivos, a pessoa se sente dependente do outro e sente que sozinha não conseguirá sobreviver. Você pode sim ter uma vida a dois, compartilhar as coisas, mas sua independência deve ser construída ainda que em um relacionamento. Não estou falando de independência financeira, mas sim de uma independência emocional.

  • 4. Confiança e fidelidade

. Ciúme exagerado também é um sinal de que algo caminha para a direção errada, sentir ciúme é natural, faz parte do ser humano, mas quando se torna doentio é sinal de que algo vai muito mal. O ciúme é doentio quando interfere na vida da pessoa que é alvo desse ciúme e também na vida daquela que sente o ciúme, pois ela não consegue dormir ou trabalhar sem ligar de cinco em cinco minutos para o outro e é extremamente desconfiada de tudo e de todos. Buscar ajuda profissional pode ajudar em casos mais complexos que sugerem alguma patologia.

Se você se encontra em um relacionamento desse tipo, este é o momento de parar e conversar com seu companheiro e mostrar a ele que você está infeliz e que mudanças serão necessárias. Acredito que todo mundo tem direito a uma segunda chance, mas tenha  em mente que não deve haver duas, três e quartas, segundas chances. Se fez uma tentativa e nada mudou, o melhor é terminar a relação, antes que o pior aconteça. Para um relacionamento ser saudável, é necessário que de alguma forma, ele inspire ambos a se tornarem o melhor que podem ser.

Agora te convido a um questionamento…

Você parou de exercer alguma de suas atividades favoritas por causa do seu parceiro?
– Você diria que se sente esgotada, em vez de energizada, depois de interagir com aquele que é o homem da sua vida?
– Em público, ele se comporta de forma diferente do que faz quando vocês estão sozinhos?
– Ele frequentemente a acusa de estar flertando, de não estar onde você disse que estaria ou de envolvimento em atividades suspeitas?
– Você o flagra em mentiras que ele não admite, nem quando você tem provas?
– Ele se comporta de maneira, que a fazem sentir que ele é um adolescente e você é sua mãe?
– Seu parceiro costuma transformar discussões sobre assuntos importantes para VOCÊ em discussões que só têm a ver com ELE?
– Ele concorda com várias condições de seu relacionamento, depois as ignora completamente, sem qualquer explicação razoável?
– Ele a tem depreciado ou criticado com frequência, e depois insistido que estava “só brincando”?
– Você se vê muitas vezes tendo que dar desculpas por ele ou pela forma como ele se comporta?
– Você se vê frequentemente dizendo a si mesma “mas ele me ama…”, de modo a justificar os comportamentos dele que a magoam?

Acho que esta na hora de começar a pensar…

Uma pequena história

Maio de 2007, era de tarde e Alexandra tinha viajado mais de 500 km para encontrar Paulo em Curitiba, estava radiante, a final era muito apaixonada por ele, e o primeiro dia foi excelente, com jantar, vinho, e uma noite de amor.

Mas, o dia seguinte seria inevitável, mais uma discussão, ele não concordava com nada que ela dizia, e por melhor que fossem suas ideias, para ele, eram totalmente desprezíveis, então…

Voltando para sua cidade, Alexandra no seu carro, e fazendo tudo para agradar Paulo, foi novamente agredida, dessa vez, mais que verbal, foi atacada subitamente por ele, enquanto dirigia, foi pega pelos cabelos e socada no painel do carro…

Ela para, chora, se desespera, pensa em deixa-lo na estrada, mas, o terrível sentimento de um amor totalmente destrutivo, depois de inúmeros pedidos de desculpas e uma falsa demonstração de amor, da parte dele, tudo estava novamente igual, se não fosse por mais uma mágoa deixada.

Esse é apenas um caso, de milhares que acontecem no mundo todos os dias, pessoas cada dia mais sentem o peso da solidão, e por esse motivo, se jogam literalmente em relacionamentos que, por sorte, as vezes, não resultam em morte.

Comprovadamente temos que nos conhecer melhor, para assim, termos inteligência emocional, sabendo avaliar com que tipo de pessoas, vamos nos relacionar.

Tire um tempo para você

Descubra o quanto sua vida é importante, e só podemos ser inteiros com alguém, quando somos inteiros para nós mesmos.

A felicidade deve ser somada, não exigida, uma relação entre homem e mulher, só será plena, quando ambos souberem ser felizes em sua individualidade.

Ana Garcez
Master Business Coach.
11-97739 7224
[email protected]

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *