fbpx
Tuesday, July 7, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Dólar novamente em alta – qual o impacto para população

O dólar está em um período de grande variação, frequentemente ultrapassando o valor de R$4,00, o que é considerado muito elevado. O…

By Redação , in Brasil The São Paulo Times , at 05/01/2016

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O dólar está em um período de grande variação, frequentemente ultrapassando o valor de R$4,00, o que é considerado muito elevado. O problema é que a alta tem impacto para todos – investidores, empresários, viajantes e também às pessoas físicas, consumidores brasileiros –; para uns de maneira positiva, para outros, negativa.

Aos que possuem certos tipos de investimento, principalmente no exterior, isso poderá aumentará seus rendimentos; para empresas e indústrias nacionais também pode ser interessante, uma vez que a alta da moeda causa maior competitividade das vendas externas brasileiras, tornando-as mais baratas.

Contudo, para a maioria da população os impactos são muito negativos. Para os importadores de produtos, é ruim, pois terão que repassar esse aumento aos clientes, nesse caso, nós.

Àqueles que estavam planejando viajar ao exterior, o fato também desanima, pois a todos os gastos comuns de uma viagem dessas – passagem aérea, passeios, IOF do cartão de crédito, etc. – será acrescido o aumento da cotação do dólar, ultrapassando o valor planejado inicialmente. É preciso cautela! Para quem nem sequer se programou, é melhor deixar a viagem para outro momento.

A população brasileira no geral também é atingida, pois somos consumidores. Somada à inflação de mais de 10%, a alta da moeda americana reflete diretamente no preço de produtos e serviços de nosso cotidiano, encarecendo-os substancialmente e, consequentemente, diminuindo nosso poder de compra.

Assim, há muitos cuidados a serem tomados nesse período. Por isso, o melhor a fazer é reunir a família, rever os custos diários e mensais, reduzir os excessos e supérfluos e fazer algo que parece óbvio, mas muita gente não consegue: garantir que o ganho sempre seja maior que as despesas.

Por Reinaldo Domingos, educador financeiros, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira e autor do best-seller Terapia Financeira, do lançamento Mesada não é só dinheiro, e da primeira Coleção Didática de Educação Financeira do Brasil.

Estados Unidos oferece projetos para quem deseja deixar o Brasil e quer virar cidadão americano

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *