fbpx
Wednesday, August 12, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Ego, sensibilidade e os adolescentes

Ego, sensibilidade e os adolescentes Ego. Taí um dos vilões dos novos tempos. Temos cada vez menos capacidade (ou seria…

By Redação , in Coluna , at 31/08/2015

MONO

Ego, sensibilidade e os adolescentes

Ego. Taí um dos vilões dos novos tempos.
Temos cada vez menos capacidade (ou seria vontade?) de nos colocar no lugar dos outros.
É mais fácil pensar no que é melhor pra gente. E com a possibilidade de expor nossa opinião, reunir outras pessoas que, vejam só que curioso, pensem apenas em si, mas juntas.
O egoísmo tem lá seus lados comuns a muitas pessoas.
Chega a ter até o egoísta benevolente, que acredita que seu egoísmo faz bem para os outros. Ou você nunca ouviu alguém dizer que vai deixar as bandejas sujas na mesa do shopping pra garantir o emprego da faxineira? Ou dizendo que joga lixo reciclável junto com lixo comum porque sabe que tem gente que pega esse tipo de material no lixão?
Acontece que é desse egoísmo que surgem os comentários maldosos de internet, o ódio nas redes sociais, nas ruas, no trânsito, a intolerância, os linchamentos, as bombas, os bonecos furados.
A gente está perdendo a sensibilidade. Só o que é importante é o que nos diz respeito diretamente. Estamos ficando frios. Logo aqui, onde nos orgulhávamos do nosso jeito caloroso de ser.
Talvez a solução fosse preparar as novas gerações para pensar mais nos outros, no coletivo, na cidade. Mas sendo criados por pais que ameaçam de tirar o filho da escola caso ele tire notas baixas, será que tem chance de isso acontecer?
A minha esperança é a adolescência. Que os nossos tens tenham a decência de, como todo adolescente, tentar ser o contrário do que foram seus pais.

__________________________________________________________________________________________________________
Diogo Mono. Redator publicitário, tenta ser escritor, será pai de família e continua sendo um observador das coisas do cotidiano. © 2014

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *