fbpx
Friday, June 5, 2020
-Smart Writers & Smart Content & Smart Readers-


Estudantes de Medicina desenvolvem ação inovadora para driblar doenças sexualmente transmissíveis

As doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) estão entre os maiores desafios a serem superados por profissionais de saúde de todo o…

By Redação , in Saúde & Bem-estar , at 18/08/2015

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

As doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) estão entre os maiores desafios a serem superados por profissionais de saúde de todo o mundo. Dados do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde apontam que cerca de 1 milhão de brasileiros são infectados por DSTs a cada ano.

Além de campanhas e ações preventivas tradicionais, questões como essa pedem abordagens inovadoras, como o projeto “Depiladora Amiga”, desenvolvido pelo curso de Medicina da Universidade Positivo (UP). A professora de Saúde da Família, Andressa Gulin, e os alunos da disciplina vão capacitar profissionais de depilação com informação a respeito de sintomas de doenças sexualmente transmissíveis e também com orientações sobre o funcionamento da unidade de saúde mais próxima. “Ao se cadastrar na unidade de saúde, a população feminina tem acesso à consultas e exames ginecológicos de rotina de maneira fácil e ágil, mas a maioria desconhece esse serviço e acaba não se prevenindo ou se cuidando como deveria. Nós queremos mudar esse quadro”, comenta Andressa.

De acordo com a professora, a inspiração para o projeto veio de uma constatação. “Notamos que as macas de depilação são visitadas todos os meses, enquanto a consulta ginecológica, que deveria ser feita pelo menos uma vez ao ano, é deixada de lado por muitas brasileiras”, comenta.

O projeto está em fase piloto e o primeiro treinamento foi realizado na Unidade de Saúde Augusta, em julho. As profissionais de depilação inscritas terão a missão de informar e orientar suas clientes a procurarem o serviço preventivo de ginecologia da unidade. Além de repassar informação, os alunos do curso de Medicina são responsáveis também pelo acompanhamento e análise científica do resultado da ação durante o próximo ano.

Comments


Deixe uma resposta


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *